A importância do controle das etapas de importação

Podemos abrir este artigo do blog da e.Mix com a seguinte afirmação: o importador que não se preocupa em conhecer todas as etapas do processo […]

A importância do controle das etapas de importação

Podemos abrir este artigo do blog da e.Mix com a seguinte afirmação: o importador que não se preocupa em conhecer todas as etapas do processo de importação se coloca automaticamente em risco.

A afirmativa pode não soar muito amigável, mas não conhecer um processo tão sensível quanto o de importação significa contar com a sorte. E quando estamos lidando com produtos e comercialização, infelizmente a sorte não é uma opção viável.

Quando se tem total controle das etapas de importação, um exemplo de benefício é conseguir prever possíveis problemas e tomar decisões de forma mais assertiva – baseando-se, inclusive, em dados. Isso gera não só um considerável ganho de tempo, como também a garantia de que os processos de importação estão sob controle, diminuindo as chances de perda financeira, como gastos não previstos.

Pela perspectiva comercial, uma empresa voltada ao comércio exterior que não conta com aliados para ter total controle das etapas de importação ainda coloca a credibilidade do negócio em xeque.

Afinal, quando se trata de produtos, estoque e vendas, não há como se sustentar sem que haja controle, previsões e, claro, informação que agregue valor à experiência do importador – que são a base de qualquer negócio de sucesso.

Neste artigo, falaremos brevemente sobre a importância do controle das etapas de importação e como seguir cada uma delas pode fazer toda a diferença em seu dia a dia, facilitando o crescimento do seu negócio.

1. O controle é importante para empregar melhorias

Da mesma forma como acontece com processos dentro de qualquer área de trabalho, o controle das etapas é importante para que o importador possa melhorar seus processos futuramente.

Se o importador desconhece o processo, que começa na coleta da matéria-prima até um produto fabricado a partir daquilo, não conseguirá apontar qual etapa pode ser aprimorada.

Seja para evitar erros ou agilizar a entrega de um produto, é importante saber o passo a passo da importação, podendo acompanhá-lo de forma prática e ágil.

2. O controle é importante para gerenciar prazos

Outro ponto de suma importância dentro do controle de etapas de importação está nos prazos de cada fase. Se o importador desconhece as etapas do processo, ele não tem como saber qual o prazo que cada passo tem para acontecer.

Dessa forma, não tem como saber se o processo está agindo dentro de uma normalidade ou se aconteceu alguma interrupção que prejudicou o trabalho.

Tendo o controle das etapas de importação ao alcance das mãos, o importador conseguirá tomar decisões de forma estratégica, evitando maiores ônus.

3. O controle é importante pela transparência

Dificilmente conseguiríamos elencar uma ordem de importância que fizesse jus o suficiente ao controle das etapas de importação. O motivo é simples: tudo é de suma relevância.

Ter total ciência a respeito dos documentos e declarações necessárias, por exemplo, é importante para se manter sólido e transparente no mercado.

Sendo assim, você estará colaborando para um funcionamento que garanta que os importados cheguem de forma regulada.
Alguns exemplos do que pode acontecer sem o controle das etapas:

  • Multa por informação incorreta e não alterada no prazo no Mercante;
  • Multa por LI posterior (quando não tem a LI deferida antes de embarcar);
  • Altos custos de armazenagem por pouca gestão do processo;
  • Seleção de rotas melhores e mais baratas.

5. O controle ajuda a evitar gastos surpresas ou inesperados

Quando você não tem total controle das etapas de importação, automaticamente está se colocando em um cenário de incertezas e apostas.

Infelizmente, o Brasil é um país que possui uma alta complexidade tributária e encarar o caminho da importação como uma aventura não trará bons resultados financeiros.

Para evitar custos desnecessários ou que surjam como total surpresa, a melhor rota é procurar entender todos os investimentos comuns à importação, tais como:

  • Custos com o embarque – incluindo a mercadoria, o frete e o seguro;
  • O custo dos tributos – tendo a classificação fiscal de cada produto como norte, você precisará identificar o imposto de importação, IPI, PIS, COFINS e ICMS;
  • E as despesas aduaneiras – isto é, todos os montantes quitados ou que ainda serão pagos no processo da liberação aduaneira, incluindo o despachante, a armazenagem, despesas com movimentação, despesas administrativas e muito mais.

5) O controle das etapas ajuda o seu negócio

Como falamos acima, é impossível determinar qual dos motivos é mais ou menos importante quando o assunto é controle das etapas de importação, afinal todas as etapas estão interligadas e são dependentes uma da outra. Mas há um motivo que pode estar acima de tudo: o seu próprio negócio.

Não há como um negócio ir à frente sem que haja controle total a respeito de tudo que acontece. Incluindo, primordialmente, a chegada da mercadoria.

Sem controle e definição a respeito disso, não há como o trabalho funcionar. Dessa maneira, o impacto financeiro negativo pode ser expressivo.

Conclusão

Como vimos, ter o controle das etapas de importação é fundamental para quem deseja entrar na dinâmica do comércio exterior.

Não ter o controle das etapas significa colocar muito em risco: desde a sua credibilidade perante ao mercado até mesmo o seu próprio negócio, que depende da importação.

Como toda questão sensível, é importante estar atento, procurando sempre conhecimentos em torno da prática. Ter o total gerenciamento do processo de importação significa:

É evidente que cada uma das etapas acima descritas possui sua própria carga de tarefas e detalhes a serem compreendidos, mas podemos considerá-las como um norte de ações.

Vale lembrar, ainda, que a tecnologia é uma grande aliada dos importadores de todos os portes. Graças às novas soluções, o importador consegue ter informações em tempo real.

Mais do que isso, consegue obter tais informações sem a necessidade de intermediadores, fazendo com que qualquer ruído na comunicação seja anulado. Além de evitar gastos desnecessários, muitos processos podem ser automatizados, fazendo com que o importador ganhe tempo para investir no próprio negócio.

Sobre a e.Mix

A e.Mix está há mais de  anos no mercado de desenvolvimento de softwares para empresas de comércio exterior. Nossos softwares gerenciam anualmente milhões de operações de clientes das mais variadas atividades e portes, aumentando produtividade, assertividade e reduzindo custos.

Saiba mais sobre nossos softwares.

Veja também
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?

Se a sua empresa ainda não está adaptada a mudança do novo Catálogo de Produtos, você corre o risco de enfrentar complicações regulatórias, atrasos e custos adicionais.

A nova exigência do Catálogo de Produtos visa a eficiência e a conformidade das operações de importação. Ao integrar este módulo ao Portal Único Siscomex, o governo busca simplificar os processos comerciais e aumentar a transparência das operações. Isso impacta diretamente na maneira como as empresas interagem com os órgãos de controle e gestão aduaneira.

Se sua empresa não se adaptar rapidamente, poderá enfrentar desafios significativos, como multas, atrasos na liberação de mercadorias e um aumento nos custos operacionais devido à necessidade de retrabalho. Agora é o momento de agir e garantir que sua empresa esteja pronta para essa transformação, evitando complicações futuras e se posicionando como líder no mercado de comércio exterior.

Leia mais
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras

O sucesso de uma empresa depende da qualidade e da eficiência de suas relações com fornecedores. A gestão de relacionamento com fornecedores não é apenas sobre negociar contratos; é também sobre construir parcerias estratégicas que impulsionam o crescimento mútuo e a sustentabilidade a longo prazo. Para qualquer empresa, desenvolver um sistema robusto para gerenciar essas relações é crucial para manter a competitividade e garantir a qualidade dos produtos importados.

Neste artigo, exploraremos estratégias fundamentais para fortalecer o relacionamento com fornecedores. Vamos discutir como a adoção de uma abordagem proativa pode transformar a gestão de fornecedores em um diferencial competitivo para sua empresa no mercado global.

Leia mais
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as leis e regulamentos locais e internacionais. Ser pego despreparado durante uma auditoria aduaneira pode resultar em penalidades significativas, atrasos nas operações e danos à reputação da empresa. Portanto, estar bem preparado não é apenas uma medida de precaução; é uma estratégia crucial para manter a eficiência e a integridade dos negócios.

Este artigo detalha como as empresas podem se antecipar, se preparando para enfrentar auditorias aduaneiras com confiança. Desde compreender o que esperar em uma auditoria até implementar sistemas robustos de documentação e treinamento de equipe, exploraremos as melhores práticas que ajudam a garantir que sua empresa esteja sempre pronta para demonstrar sua conformidade. Ao adotar uma abordagem proativa ao manter dados e documentos organizados, as empresas podem transformar auditorias aduaneiras de potenciais ameaças em oportunidades para reafirmar seu compromisso com a excelência operacional.

Leia mais