Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as […]

Leia mais
Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

Leia mais
Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?
Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?

Basicamente, a purchase order na importação é o documento que inicia a formalização do processo de compra de um produto importado. É a autorização da compra ou a confirmação da encomenda pelo comprador. 

O pedido de compra contém todas as informações pertinentes ao produto ou serviço que será entregue, e estabelece a relação comercial a partir da aceitação do fornecedor. 

Leia mais
Transporte Internacional Rodoviário para o Mercosul: quais as vantagens?
Transporte Internacional Rodoviário para o Mercosul: quais as vantagens?

A maior participação no Comércio Intrazona do Mercosul é a do Brasil, com cerca de 40%, vindo em seguida a Argentina com 30%, o Paraguai com 11% e o Uruguai com 8%. No momento atual, as exportações cresceram cerca de 16%, mantendo a expansão do comércio internacional fomentado pelo aumento da venda do trigo, do centeio, do arroz e do milho, fazendo com que as commodities continuem sendo o carro-chefe nas exportações nacionais. E a maior parte dos produtos transportados entre os países do bloco fazem uso do transporte internacional rodoviário.

Leia mais
Regimes Aduaneiros RECOF e RECOF SPED: Quais suas diferenças?
Regimes Aduaneiros RECOF e RECOF SPED: Quais suas diferenças?

Os Regimes Aduaneiros Especiais são instrumentos que visam facilitar as operações de comércio exterior, proporcionando benefícios fiscais e administrativos para empresas que atuam nesse setor. 

Em geral, eles consistem em um conjunto de regras e procedimentos fiscais que pretendem simplificar as operações de comércio exterior, reduzindo custos e acelerando o processo. 

Leia mais
Capacidade de contêiner: quanto de carga cabe em um?
Capacidade de contêiner: quanto de carga cabe em um?

Os contêineres são o principal recipiente para o transporte de cargas nos processos do comércio exterior. Assim sendo, são equipamentos adaptados para serem utilizados em diversos modais de transporte.

Vale ressaltar que no modal marítimo, o contêiner não é considerado um tipo de embalagem, mas sim como parte da embarcação do navio.

O início da utilização dos contêineres nas movimentações deu-se quando os comerciantes começaram a encontrar sérios problemas no armazenamento das mercadorias. Isso acontecia porque em cada viagem ocorriam avarias, deteorização e até perda das mercadorias, gerando prejuízos constantes.

Leia mais
Zona Franca de Manaus: Quais as vantagens em utilizá-la?
Zona Franca de Manaus: Quais as vantagens em utilizá-la?

A Zona Franca de Manaus (ZFM) é um modelo de desenvolvimento econômico implementado pelo governo para atrair investimentos e instalar empresas, principalmente na área industrial. Ela funciona como uma área de livre comércio de importação e exportação, oferecendo incentivos fiscais especiais. A administração da Zona Franca de Manaus é realizada pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e abrange cerca de 600 indústrias. 

Leia mais
Importação de vacinas: como funciona e quais os pré-requisitos?
Importação de vacinas: como funciona e quais os pré-requisitos?

As diretrizes que regulamentam a importação de produtos sujeitos à Anvisa estão vinculadas originalmente à RDC nº 81/2008. Ela esclarece que somente empresas autorizadas pela entidade para exercerem a atividade de importação de vacinas podem importar bens e produtos sujeitos à intervenção da Anvisa. 

A exceção são empresas importadores de alimentos, matérias-primas alimentares e alimentícios, que devem apresentar no momento da chegada do produto documento oficial de regularização da empresa expedido pela autoridade estatual ou local. 

Além disso, existem empresas do ramo de cosméticos que importam matérias-primas para a fabricação de cosméticos e produtos de beleza. Para estes casos, não é necessária a autorização de funcionamento. 

Leia mais
Custo de embarque internacional: Quais são e como reduzi-los
Custo de embarque internacional: Quais são e como reduzi-los

Diante da globalização, torna-se fundamental para as empresas a necessidade de expansão no mercado internacional. Surge então uma oportunidade mais rentável que conquista clientes em outros países, cuja economia é forte e consolidada. 

Neste cenário, o custo do embarque internacional passa a ser o ponto central na discussão entre os empresários do comércio exterior, visto que envolve gastos de transporte e despesas aduaneiras cobradas no processo de controle e desembaraço da mercadoria. Além disso, temos também os tributos que são cobrados nas transações internacionais e que impactam no custo final do produto. 

Leia mais
Cubagem no embarque internacional: Quais seus impactos?
Cubagem no embarque internacional: Quais seus impactos?

O fator cubagem é equivalente a cada metro cúbico por modal, sendo definido como o ideal para a carga. Contudo, a diferenciação desse fator em cada meio de transporte ocorre de acordo com o cálculo específico conforme a capacidade de carga que é permitida. 

Dessa forma, a cubagem para embarque internacional cobrada no frete será muito mais justa para o usuário do transporte. Inclusive para o transportador, visto que o importador ou exportador pagarão pelo maior valor entre o peso real e o peso volumétrico da carga. 

Leia mais
Eficiência logística: O que é e dicas para garanti-la no comércio exterior
Eficiência logística: O que é e dicas para garanti-la no comércio exterior

A eficiência logística nada mais é que a otimização dos processos e operações da sua empresa. Essa otimização significa que, ao longo dos processos, encontram-se formas de manter a qualidade dos produtos e/ou serviços e reduzir as chances de erros.

O resultado dessas ações interferem diretamente nos resultados da sua empresa. É através delas que fica mais fácil atender as expectativas dos clientes, padronizar os processos e, assim, conseguir melhorar e atender os prazos de entregas. Além disso, essas ações servem para melhorar a comunicação dentro da companhia e com os clientes.

Conseguir ter uma eficiência logística não é fácil, mas é algo necessário para a empresa se tornar cada dia mais competitiva no mercado.

Outro ponto importante que vale a pena mencionar é que, dessa forma, não apenas a manutenção dos clientes se torna mais simples, mas também a captação de novos leads. A partir disso, pode-se notar o aumento da lucratividade.

Leia mais
Processos no comércio exterior: como fazer o seu gerenciamento?
Processos no comércio exterior: como fazer o seu gerenciamento?

O gerenciamento de processos no comércio exterior refere-se à definição, à análise e à melhoria constante dos processos, com maior clareza e ajuste dos objetivos. Dessa maneira, a empresa tem a compreensão geral do que precisa executar, a partir da identificação dos melhores pontos. 

Ter clareza nas necessidades é essencial para garantir o seu progresso contínuo da companhia, no mercado em que atua. 

Assim sendo, é possível manter o controle do objetivo estipulado, independentemente do momento no qual a empresa se encontra. Logo, com processos no comércio exterior bem definidos e alinhados, os gestores terão uma análise crítica melhor para alcançar os seus objetivos corporativos. 

Leia mais