Conselho Empresarial Brasil-Egito se reúne para debater entraves ao comércio bilateral

O Conselho Empresarial Brasil-Egito se reuniu pela primeira vez nesta segunda-feira (05), no Cairo. O órgão criado para discutir entraves e oportunidades de negócios entre […]

Conselho Empresarial Brasil-Egito se reúne para debater entraves ao comércio bilateral

O Conselho Empresarial Brasil-Egito se reuniu pela primeira vez nesta segunda-feira (05), no Cairo. O órgão criado para discutir entraves e oportunidades de negócios entre os dois países já estava formado e havia sido lançado oficialmente em dezembro, quando o ministro egípcio da Indústria e Comércio, Tarek Kabil, esteve no Brasil. As partes brasileira e egípcia, no entanto, ainda não tinham se encontrado frente a frente.

O presidente da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Rubens Hannun, o diretor-geral, Michel Alaby, e o assessor de projetos especiais da entidade, Tamer Mansur, participaram da reunião. Segundo Hannun, fazem parte do conselho alguns dos principais empresários do Egito, como Emad El Sewedy, presidente da El Sewedy Electrometer, que produz relógios de medidor de luz. Ele é presidente do conselho pelo lado egípcio, assim como Hannun é pelo lado brasileiro.

Participaram também representantes do Ministério da Indústria e Comércio do Egito, das empresas brasileiras Marcopolo, de ônibus, e Camargo Corrêa, que tem uma fábrica de cimento no Egito, e o embaixador brasileiro no Cairo, Ruy Amaral.

De acordo com a Hannun, uma das principais demandas apresentadas pelos egípcios é a redução do prazo para desgravação de algumas mercadorias egípcias incluídas no acordo de livre comércio Mercosul-Egito, que entrou em vigor no ano passado. O Egito irá apresentar uma lista de produtos que querem ver desgravados mais rapidamente, e o assunto voltará a ser discutido numa segunda reunião do conselho, programada para ocorrer em São Paulo no início de abril, paralelamente ao Fórum Econômico Brasil-Países Árabes, que a Câmara Árabe vai organizar.

Para falar sobre o fórum em São Paulo, os executivos da Câmara Árabe Brasileira se reuniram com o presidente da União das Câmaras Árabes, Nael Al Kabariti. A União é co-promotora do evento. “Ele é uma pessoa muito importante para o comércio com os países árabes”, disse Hannun. A União reúne todas as câmaras de comércio dos países árabes e também as chamadas “câmaras conjuntas”, como a Câmara Árabe Brasileira.

O fórum foi tema também de reuniões com representantes da Câmara de Comércio do Cairo, do Ministério dos Investimentos do Egito e da Liga dos Estados Árabes. “Parece que teremos muitas delegações no fórum”, afirmou Hannun. Os egípcios querem, por exemplo, divulgar sua nova legislação sobre investimentos no Brasil.

Fonte: Nova capital

Cadastre-se para receber todos os artigos por e-mail em primeira mão

    Sugira um tema para publicarmos no blog

      Veja também
      Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
      Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

      Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as […]

      Leia mais
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

      De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

      Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

      Leia mais
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?

      Basicamente, a purchase order na importação é o documento que inicia a formalização do processo de compra de um produto importado. É a autorização da compra ou a confirmação da encomenda pelo comprador. 

      O pedido de compra contém todas as informações pertinentes ao produto ou serviço que será entregue, e estabelece a relação comercial a partir da aceitação do fornecedor. 

      Leia mais