Frete EXW: o que significa e quais as vantagens e desvantagens?

Essa modalidade estabelece que a responsabilidade pela contratação e pagamento do frete e seguro internacionais é de responsabilidade do comprador (importador) desde a fábrica ou local de origem indicado pelo exportador até seu destino final. Ao exportador (vendedor) cabe a responsabilidade de indicar o local de coleta e deixar a carga pronta e embalada, nas condições ideais para que o transporte possa ocorrer. Ou seja, as obrigações, as responsabilidades e os riscos são maiores para o importador do que para o exportador. 

Frete EXW: o que significa e quais as vantagens e desvantagens?

Frete EXW: o que significa?

O frete EXW, ou frete Ex-Works é uma das modalidades mais utilizadas para transporte de cargas no comércio exterior.

Ele pode ser utilizado tanto na importação quanto na exportação e é aceito nos mais diferentes modais de transporte disponíveis, tanto no marítimo quanto no aéreo.

Diante da sua versatilidade, é importante conhecer mais a fundo esta condição de frete, assim como suas particularidades e aspectos a se levar em consideração para usar este termo.

Por isso, no texto abaixo você encontrará uma explicação completa de como funciona esta modalidade de frete internacional.

O que é EXW (Ex-Works)?

O frete EXW ou Ex-Works é um dos termos de negociação de frete aprovados e reconhecidos internacionalmente.

Essa modalidade estabelece que a responsabilidade pela contratação e pagamento do frete e seguro internacionais é de responsabilidade do comprador (importador) desde a fábrica ou local de origem indicado pelo exportador até seu destino final.

Ao exportador (vendedor) cabe a responsabilidade de indicar o local de coleta e deixar a carga pronta e embalada, nas condições ideais para que o transporte possa ocorrer.

Ou seja, as obrigações, as responsabilidades e os riscos são maiores para o importador do que para o exportador.

EXW e os INCOTERMS

Acima mencionamos que o frete EXW é reconhecido internacionalmente. Isso quer dizer que ele faz parte da lista de condições de frete aprovados pela Câmara Internacional do Comércio (ICC).

Esta lista de condições é chamada de INCOTERMS e é atualizada a cada dez anos.

Todos os termos definidos nessa lista podem, portanto, ser utilizados, a nível mundial, entre as empresas na negociação das condições de contratação de frete e seguro de cargas transportadas nas vendas internacionais.

Cada termo determina até onde vai a responsabilidade de cada uma das partes na questão de contratação e pagamento do transporte e seguro dos produtos negociados.

Fato é que as condições de frete estabelecidas pelos Termos Internacionais de Comércio trazem mais segurança para ambas as partes.

Embora seja uma listagem internacional é importante notar que cada país tem autonomia para aceitar ou não determinado termo de negociação.

Por isso, também é importante estar atento à legislação de cada país com o qual se está negociando para evitar problemas perante a aduana local.

Diferença entre frete EXW e FOB

Dentre os INCOTERMS utilizados, os mais comuns são o frete EXW e o FOB (Free On Board).

Pelo fato de serem as formas de pagamento de frete mais negociadas, é importante saber a diferença entre eles.

Como mencionamos acima, na modalidade EXW os custos e riscos são maiores para o importador. Já que cabe a ele a contratação e pagamento do frete e seguro pelo maior trajeto da carga.

Já no que se refere ao FOB, o exportador tem obrigações adicionais. Afinal, essa condição determina que é de responsabilidade do exportador o transporte e seguro da carga até que ela esteja acondicionada dentro do navio no qual será embarcada.

Outra diferença entre estes dois INCOTERMS é que, ao contrário do que ocorre com o frete EXW, o FOB pode ser utilizado somente no modal marítimo.

Por isso é importante estar atento a estes detalhes da carga no momento de optar por qual INCOTERM será utilizado na negociação.

Frete EXW: Vantagens e desvantagens

Assim como qualquer outra parte do comércio exterior existem vantagens e desvantagens em se optar por este tipo de condição de embarque, o frete EXW.

E considerar o que é vantagem ou desvantagem vai depender do ponto de vista de quem está analisando, neste caso o exportador ou o importador.

Abaixo você verá as principais vantagens e desvantagens para cada uma das partes envolvidas.

Para quem exporta

Sem dúvidas o frete EXW é muito mais vantajoso para o exportador do que para o importador, especialmente no que se refere ao custo do transporte.

Afinal, cabe ao exportador uma responsabilidade menor. Suas obrigações são encerradas no momento que a carga está pronta e embalada corretamente para que possa ser coletada no local mencionado. Usualmente, este local é a própria fábrica do exportador.

Porém, é responsabilidade dele acondicionar corretamente a mercadoria, além de fornecer todas as informações necessárias, de forma correta, para que o importador providencie o transporte da carga.

Para quem importa

Por outro lado, no caso do importador a desvantagem maior do frete EXW é o custo. Afinal, ele será responsável pelo pagamento e contratação tanto do frete quanto do seguro da carga desde o momento da saída da fábrica até a sua chegada no destino.

Isso inclui, portanto:

  • o frete interno no país de origem;
  • a liberação aduaneira;
  • o frete internacional;
  • o seguro;
  • os custos operacionais no destino;
  • a liberação aduaneira no destino; e
  • o frete local até o destino da carga.

Embora o custo seja maior, por ser o importador o pagador do frete, isso dá a ele a possibilidade de melhor acompanhar a carga por todo o trajeto sem necessitar aguardar pelo retorno das informações enviadas pelo exportador. O que é bem comum nos casos em que outro INCOTERM é escolhido entre as partes.

Outra vantagem, que é importante de se levar em conta, é poder ter uma estimativa prévia dos custos locais que serão cobrados mais próxima da realidade.

Já que quando o frete é pago pelo exportador estes custos vão variar conforme o agente logístico contratado na origem.

Determinar quando vale a pena optar por este tipo de condição de transporte depende muito do tipo de produto negociado, da forma como a carga será transportada ou até mesmo do tempo e tipo de relação comercial entre as empresas envolvidas.

Controle suas operações de frete EXW com a e.Mix

Se o frete EXW for a opção escolhida para realizar suas importações você pode contar com a e.Mix.

A e.Mix é uma empresa especializada em tecnologia que fornece softwares com as melhores soluções para o comércio exterior.

Com a e.Mix sua empresa pode automatizar todos os seus processos, seja de importação ou de exportação, desde o follow-up até a emissão de nota fiscal.

Controle suas operações de frete EXW de forma inteligente e ágil com as soluções que oferecemos.

Visite nosso site e veja como podemos tornar seus processos de Comex mais ágeis, confiáveis e melhorar todo o controle das suas operações.

Cadastre-se para receber todos os artigos por e-mail em primeira mão

    Sugira um tema para publicarmos no blog

      Veja também
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

      De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

      Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

      Leia mais
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?

      Basicamente, a purchase order na importação é o documento que inicia a formalização do processo de compra de um produto importado. É a autorização da compra ou a confirmação da encomenda pelo comprador. 

      O pedido de compra contém todas as informações pertinentes ao produto ou serviço que será entregue, e estabelece a relação comercial a partir da aceitação do fornecedor. 

      Leia mais
      Transporte Internacional Rodoviário para o Mercosul: quais as vantagens?
      Transporte Internacional Rodoviário para o Mercosul: quais as vantagens?

      A maior participação no Comércio Intrazona do Mercosul é a do Brasil, com cerca de 40%, vindo em seguida a Argentina com 30%, o Paraguai com 11% e o Uruguai com 8%. No momento atual, as exportações cresceram cerca de 16%, mantendo a expansão do comércio internacional fomentado pelo aumento da venda do trigo, do centeio, do arroz e do milho, fazendo com que as commodities continuem sendo o carro-chefe nas exportações nacionais. E a maior parte dos produtos transportados entre os países do bloco fazem uso do transporte internacional rodoviário.

      Leia mais