Sistemas de gestão de processos de comércio exterior aumentam a produtividade e eficiência das empresas do setor

Gerenciar processos de comércio exterior demanda uma organização impecável dentro de empresas e agências que prestam serviços relacionados à importação e exportação. Conseguir lidar com […]

Sistemas de gestão de processos de comércio exterior aumentam a produtividade e eficiência das empresas do setor

Gerenciar processos de comércio exterior demanda uma organização impecável dentro de empresas e agências que prestam serviços relacionados à importação e exportação. Conseguir lidar com autoridades, necessidades burocráticas, clientes e fornecedores de forma eficiente depende diretamente da capacidade das empresas em organizar logicamente e funcionalmente os trabalhos de seus diversos colaboradores.

A tecnologia certamente contribuiu para que esse tipo de trabalho fosse feito de forma mais organizada. Computadores e seus programas de criação de planilhas e textos revolucionaram a forma como os dados eram trabalhados no comércio exterior. Além disso, a internet e a acessibilidade remota também impactaram de forma significativa o gerenciamento de processos em comércio exterior.

Principalmente a partir da década de 90, o governo brasileiro passou em investir em sistemas virtuais para a área de COMEX. O Sistema Integrado de Comércio Exterior foi criado para organizar melhor as relações entre os órgãos governamentais e os empreendedores da área. Contudo, mesmo com o incentivo do governo, muitas empresas continuam a utilizar nenhum software, fazendo tudo à mão, ou apenas utilizam os softwares genéricos, existentes em computadores pessoais de todo o mundo.

Para que o comércio exterior brasileiro continue crescendo é preciso conscientizar tais empresas sobre a importância da automação. O uso de softwares para comércio exterior já é uma realidade nos países de destaque na economia mundial e chegou para ficar no mercado. As empresas que se adequarem mais rapidamente a esta nova configuração e forma de trabalho com certeza irão colher melhores frutos no futuro – resultantes de seus esforços atualmente.

A automação através de softwares para comércio exterior e gerenciamento de processos de importação e exportação contribui para aperfeiçoar diversas características importantes dentro das empresas nas quais é implantada. Um dos exemplos é a melhora da organização interna, favorecendo a rotina de trabalho e a eficiência em realizar as tarefas. Além disso, o tempo necessário para fazer os trabalhos é diminuído, favorecendo e muito o cliente, que pode ter acesso às mercadorias ou entregá-las mais rapidamente para o destinatário final.

Por isso é hora de dar um basta nas planilhas e adotar um sistema de gestão de processos em comércio exterior.

A e.Mix é uma empresa que presta excelentes serviços na área de automação para importação e exportação. Conheça algumas ferramentas da empresa que podem lhe ajudar a se consolidar no mercado:

SiscomexNet

PONet

DrawbackNet

DemurrageNet

FollowNet

Dashboard

São muitas opções disponíveis para você abandonar planilhas genéricas e utilizar softwares criados especialmente para a área de Comércio Exterior. Entre em contato com os especialistas da e.Mix e traga o futuro para o cotidiano de sua empresa!

Cadastre-se para receber todos os artigos por e-mail em primeira mão

    Sugira um tema para publicarmos no blog

      Veja também
      Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
      Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

      Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as […]

      Leia mais
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

      De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

      Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

      Leia mais
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?

      Basicamente, a purchase order na importação é o documento que inicia a formalização do processo de compra de um produto importado. É a autorização da compra ou a confirmação da encomenda pelo comprador. 

      O pedido de compra contém todas as informações pertinentes ao produto ou serviço que será entregue, e estabelece a relação comercial a partir da aceitação do fornecedor. 

      Leia mais