Como ter visibilidade dos embarques internacionais e qual a importância?

Quando falamos em visibilidade, nos referimos à visão completa da cadeia de suprimentos, desde os insumos do fornecedor até a entrega do produto acabado ao cliente. O panorama das informações é demonstrado de forma clara, de modo que seja possível antecipar problemas e atrasos. Entretanto, vimos que a cadeia é fragmentada, portanto o controle é feito muitas vezes de forma manual, o que não garante exatidão, demanda tempo e muitas vezes a informação é coletada tarde demais para que seja possível, proativamente, alertar algum ocorrido. Igualmente importante é a visibilidade para os clientes. Afinal, se o cliente tem acesso e percebe que sua carga está sendo monitorada constantemente isso lhe transmite segurança, confiabilidade e melhora sua experiência como um todo.

Como ter visibilidade dos embarques internacionais e qual a importância?

Como ter visibilidade dos embarques internacionais e qual a sua importância?

Antes de mais nada, sabemos que qualquer profissional da cadeia de suprimentos já experienciou a falta de visibilidade dos embarques internacionais. Mas, afinal, o que seria visibilidade?

O ponto de partida é entendermos que há muitos intervenientes no comércio exterior, cada um realizando sua atividade em prol do mesmo objetivo. De forma geral, são os exportadores, importadores, despachantes aduaneiros, agente de carga e muitos outros envolvidos no processo.

Isso faz com que a comunicação e atualização sobre o embarque se torne mais complexa. Mas imagine como seria sem a tecnologia que temos hoje? Um verdadeiro “telefone sem fio”!

No entanto, ainda assim o profissional que acompanha seus embarques atualmente não consegue visualizar com exatidão o monitoramento da carga, por isso fica fácil ser surpreendido negativamente.

Sendo assim, discutiremos um pouco mais sobre o tema e conheceremos uma possível solução.

Por que a visibilidade dos embarques internacionais é importante?

Quando falamos em visibilidade, nos referimos à visão completa da cadeia de suprimentos, desde os insumos do fornecedor até a entrega do produto acabado ao cliente. O panorama das informações é demonstrado de forma clara, de modo que seja possível antecipar problemas e atrasos.

Entretanto, vimos que a cadeia é fragmentada, portanto o controle é feito muitas vezes de forma manual, o que não garante exatidão, demanda tempo e muitas vezes a informação é coletada tarde demais para que seja possível, proativamente, alertar algum ocorrido.

No final, o operacional gasta mais tempo rastreando e se atualizando do embarque do que analisando o desempenho da operação. Definitivamente, trabalhar e também ter que fazer gestão do trabalho não é eficiente. Por este motivo, a visibilidade dos embarques internacionais contribui para o bom gerenciamento da cadeia de suprimentos.

Igualmente importante é a visibilidade para os clientes. Afinal, se o cliente tem acesso e percebe que sua carga está sendo monitorada constantemente isso lhe transmite segurança, confiabilidade e melhora sua experiência como um todo.

Qual a diferença entre visibilidade e rastreabilidade de embarques internacionais?

De antemão, precisamos esclarecer o conceito de transparência. Parece óbvio, mas na logística ela trata da coleta e a disponibilização das informações da cadeia de suprimentos. Algumas empresas implantam processos e sistemas para oferecer apenas as informações do inbound, os processos internos e/ou outbound, atividades externas e distribuição para o mercado.

Rastreabilidade depende diretamente da transparência, está voltada ao produto. É preciso exatidão nas informações, pois com a rastreabilidade pode-se identificar a localização do objeto e inclusive todo o histórico desde a origem. Seja na origem, a partir do momento da saída do produto acabado, ou até mesmo desde a matéria prima, até ela se tornar um produto a ser distribuído.

Entretanto, visibilidade é combinação da transparência e rastreabilidade, pois ela proporciona uma visão completa da cadeia de suprimentos, desde o fornecedor até o consumidor final. Assim, uma empresa com visibilidade dos embarques internacionais tem acesso à situação do estoque, insumos até a performance da entrega do produto ao cliente.

Visibilidade de embarques internacionais

Agora que entendemos o conceito de visibilidade podemos concluir que é o follow-up propriamente dito.

O importador que realiza o follow-up da carga trabalha com estratégia, afinal consegue antecipar possíveis gargalos na cadeia de produção e ganha tempo para analisar o processo de forma crítica e encontrar melhorias. Assim, ele se torna mais eficiente, o que contribui diretamente na experiência do cliente.

Mais especificamente a respeito da visibilidade dos embarques internacionais acoplada à tecnologia adequada, é possível integrar os sistemas e gerenciar mais de perto a operação, verificar quais embarques necessitam de licenças, acompanhamento de pedidos e inclusive mensurar o OTIF (On-Time In-Full), que é um indicador de eficiência da operação de coleta e entrega.

Rastreabilidade de embarques internacionais

Na rastreabilidade interna, um ponto de dificuldade é o registro de todo manuseio e movimento pelos quais o produto passa. Normalmente as empresas utilizam códigos de barras, SKUs (Sistema de Gerenciamento de Armazém) e diversas outras ferramentas para visualizar possíveis gargalos ou atrasos. Programas mais sofisticados ainda geram alertas.

Na rastreabilidade externa, realiza-se registro além da própria empresa. O sistema interage com vários intervenientes da cadeia de suprimentos (também a depender da robustez do sistema, o monitoramento continua em outros países).

Entretanto justamente essa é a dificuldade, porque mesmo para os profissionais de SCM (Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos), os diferentes softwares muitas vezes não se comunicam, o que acaba não trazendo a tão precisa visibilidade.

Como ter visibilidade de embarques internacionais?

A melhor visibilidade que a empresa pode ter está na tecnologia. Entretanto não basta o sistema com sua robusta base de dados, alertas e personalização.

O profissional da área precisa entender as etapas do embarque, ter um ótimo relacionamento com os fornecedores de logística e certificar-se de que as informações estejam atualizadas e corretas, seja no controle manual ou até mesmo na inclusão de dados em um sistema.

Entenda as etapas de um embarque internacional

A seguir podemos encontrar as etapas dos embarques internacionais, as quais recomenda-se sempre empregar maior visibilidade. O exemplo abaixo é de importação.

Planejamento

É a parte mais importante do embarque, pois nessa etapa o profissional faz as negociações, classifica o produto, verifica necessidade de licenças e qualquer outra autorização de um órgão anuente. Também nela o operacional pode entender os possíveis problemas e simular custos. É o momento em que é verificada a viabilidade do negócio e condições de pagamento.

Embarque e Pré-Despacho

Trata-se da contratação de espaço no navio, avião ou caminhão. É nesse momento que o importador passa as instruções ao exportador, para solicitação de licenças, emissão de documentos como Fatura Comercial, Packing List e Conhecimento de Embarque (que possuem suas características próprias a depender do modal) e, por fim, toda documentação básica e adicional é entregue ao despachante.

Numerário e instrução de despacho

Enquanto a carga está em viagem, o importador recebe do despachante um numerário para pagamento, no qual são demonstradas todas as despesas de impostos.

O despachante precisa desse pagamento para que a carga chegue em áreas alfandegárias e consiga providenciar o pagamento dos impostos e realizar seu registro.

Presença de Carga

Quando a carga chega no país, o despachante com a documentação em mãos faz o registro e paga todos os impostos, iniciando a próxima etapa.

Despacho Aduaneiro

Confirmado o registro e o pagamento dos impostos, a carga inicia o processo de despacho. Em outras palavras, a carga é parametrizada em um dos quatro canais. Cada qual com suas exigências e forma de fiscalização. Concluído esse processo a carga está efetivamente desembaraçada, ou seja, nacionalizada e liberada para o destino.

Emissão de nota fiscal e carregamento

Na última etapa o importador emite sua nota fiscal, o caminhão chega em sua expedição e assim é realizada a entrada no estoque do produto importado.

Tenha um ótimo relacionamento com seus fornecedores logísticos

Por vezes as empresas não dão a devida atenção ao bom relacionamento com seus fornecedores logísticos, o que pode trazer grandes impactos para a cadeia. Vimos que um interveniente depende da execução do outro e, portanto, o bom relacionamento contribui para uma boa comunicação, que por sua vez traz exatamente o objetivo principal do texto de hoje: visibilidade.

Certifique-se que as informações sobre o status dos embarques internacionais estejam atualizadas

Agora que compreendemos o conceito de visibilidade de embarques internacionais, fica fácil notar a capacidade da tecnologia em ajudar na cadeia de suprimentos.

Se a empresa realiza operações de importação e exportação e juntamente a isso pode acoplar a tecnologia mais adequada, é possível concretizar um follow-up de qualidade, tanto com os intervenientes da cadeia como também para o cliente.

Entretanto, vale lembrar que é o profissional que alimentará a máquina de informações. Por esse motivo certificar-se de que as informações estejam corretas e atualizadas é o primeiro passo para garantir o funcionamento do controle do software adquirido.

A e.Mix garante o status do seu embarque internacional em tempo real

Sim, é isso mesmo! É fato que a tecnologia certa traz visibilidade, ainda mais em tempo real! A solução que lhes oferecemos é o FollowNet One, ele reúne informações da Mercante, Mantra, Exportação e Importação.

Vimos que a maior vantagem da visibilidade dos embarques internacionais é melhorar o tempo da operação, de forma que o profissional consiga proativamente evitar custos e atrasos. Com a e.Mix você pode conquistar até 35% de ganho de produtividade.

Nosso sistema organiza documentos, gera relatório de monitoramento, gráficos de performance e dashboards. Em suma, oferece um controle total da importação e exportação, além de possibilidade de personalização para a empresa.

Veja também
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras

O sucesso de uma empresa depende da qualidade e da eficiência de suas relações com fornecedores. A gestão de relacionamento com fornecedores não é apenas sobre negociar contratos; é também sobre construir parcerias estratégicas que impulsionam o crescimento mútuo e a sustentabilidade a longo prazo. Para qualquer empresa, desenvolver um sistema robusto para gerenciar essas relações é crucial para manter a competitividade e garantir a qualidade dos produtos importados.

Neste artigo, exploraremos estratégias fundamentais para fortalecer o relacionamento com fornecedores. Vamos discutir como a adoção de uma abordagem proativa pode transformar a gestão de fornecedores em um diferencial competitivo para sua empresa no mercado global.

Leia mais
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as leis e regulamentos locais e internacionais. Ser pego despreparado durante uma auditoria aduaneira pode resultar em penalidades significativas, atrasos nas operações e danos à reputação da empresa. Portanto, estar bem preparado não é apenas uma medida de precaução; é uma estratégia crucial para manter a eficiência e a integridade dos negócios.

Este artigo detalha como as empresas podem se antecipar, se preparando para enfrentar auditorias aduaneiras com confiança. Desde compreender o que esperar em uma auditoria até implementar sistemas robustos de documentação e treinamento de equipe, exploraremos as melhores práticas que ajudam a garantir que sua empresa esteja sempre pronta para demonstrar sua conformidade. Ao adotar uma abordagem proativa ao manter dados e documentos organizados, as empresas podem transformar auditorias aduaneiras de potenciais ameaças em oportunidades para reafirmar seu compromisso com a excelência operacional.

Leia mais
Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

Leia mais