Sistemas geram agilidade em importação e exportação

Soluções desenvolvidas por empresa brasileira de software atuam na gestão das operações de comércio exterior com mais agilidade. O uso da tecnologia no mercado de […]

Sistemas geram agilidade em importação e exportação

Soluções desenvolvidas por empresa brasileira de software atuam na gestão das operações de comércio exterior com mais agilidade.

O uso da tecnologia no mercado de comércio exterior tem contribuído muito para o aumento da produtividade e da agilidade nas importações e exportações no cenário brasileiro. Prova disso são os dados divulgados recentemente: o Brasil subiu 33 posições no ranking de comércio exterior do relatório Boing Business.

Um fator que também contribui para essa ascensão é a utilização de sistemas para a automatização com Inteligência Artificial (IA), que diminuem ou excluem etapas durante o processo. O resultado é o aumento na produtividade, tanto na importação quanto na exportação.

E para atender a essa demanda do mercado de comércio exterior, empresas brasileiras têm investido, cada vez mais, em utilizar soluções de alto índice de eficiência. A e.Mix, há anos, automatiza diversos serviços para o setor. O principal objetivo é oferecer soluções inovadoras em tecnologia para ampliar resultados concretos.

O gerente comercial da e.Mix, Marcio Rodrigues, explica que essas soluções, que substituem as consultas manuais ao Siscomex (Programa Portal Único de Comércio Exterior), por exemplo, possibilitam o controle e o acompanhamento de um maior número de importações e exportações. “Os sistemas da e.Mix se baseiam nessa evolução para melhorar o processo e apresentar ganhos efetivos aos nossos clientes”, garante.

Além disso, a e.Mix também acompanha continuamente o cliente desde a implementação inicial, realizando análises da utilização dos serviços e reuniões mensais para propor melhorias, até treinamentos e ajustes nos procedimentos. “Esse é o nosso programa de melhoria contínua para que os ganhos sejam mantidos e ampliados.”, comenta.

Entre as vantagens oferecidas pelos softwares desenvolvidos pela e.Mix, estão, principalmente, a agilidade, maior produtividade, acompanhamento dos produtos em tempo real, menos papel e controle do fluxo dos processos. “Quem trabalha com comércio exterior sabe que todos os trâmites são muito burocráticos. Nosso sistema é totalmente desburocratizado e garante uma redução drástica nas horas em cada processo. Hoje, nosso cliente consegue fazer em minutos o que antes ele levava horas para fazer”, enfatiza Rodrigues.

Atualmente, 76% dos maiores agentes de carga do mundo utilizam as soluções desenvolvidas pela e.Mix em suas operações. Empresas como CEVA, C.H. Robinson, DAMCO, DSV, GEODIS, Panalpina, Kuehne+Nagel, entre outras (saiba mais em Clientes).

Além dos agentes de carga empresas como Andrade Gutierrez, Positivo entre outras (saiba mais em Clientes), também beneficiam-se de nossos softwares e expertise.

Sobre a e.Mix

A e.Mix está há mais de anos no mercado de desenvolvimento de softwares para empresas de comércio exterior. Nossos softwares gerenciam anualmente milhões de operações de clientes das mais variadas atividades e portes, aumentando a produtividade, a assertividade e reduzem os custos.

Saiba mais sobre nossos softwares.

Cadastre-se para receber todos os artigos por e-mail em primeira mão

    Sugira um tema para publicarmos no blog

      Veja também
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
      Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

      De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

      Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

      Leia mais
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?
      Purchase Order: o que é e qual seu papel na importação?

      Basicamente, a purchase order na importação é o documento que inicia a formalização do processo de compra de um produto importado. É a autorização da compra ou a confirmação da encomenda pelo comprador. 

      O pedido de compra contém todas as informações pertinentes ao produto ou serviço que será entregue, e estabelece a relação comercial a partir da aceitação do fornecedor. 

      Leia mais
      Transporte Internacional Rodoviário para o Mercosul: quais as vantagens?
      Transporte Internacional Rodoviário para o Mercosul: quais as vantagens?

      A maior participação no Comércio Intrazona do Mercosul é a do Brasil, com cerca de 40%, vindo em seguida a Argentina com 30%, o Paraguai com 11% e o Uruguai com 8%. No momento atual, as exportações cresceram cerca de 16%, mantendo a expansão do comércio internacional fomentado pelo aumento da venda do trigo, do centeio, do arroz e do milho, fazendo com que as commodities continuem sendo o carro-chefe nas exportações nacionais. E a maior parte dos produtos transportados entre os países do bloco fazem uso do transporte internacional rodoviário.

      Leia mais