Conhecimento de Embarque: qual o documento de cada modal? | e.Mix

Definições dos Cookies

Lei Geral de Proteção de Dados

O que são cookie?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site. Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem as funcionalidades centrais, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Esses cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Cookies Primários

Alguns cookies serão colocados em seu dispositivo diretamente pelo nosso site - são conhecidos como cookies primários. Eles são essenciais para você navegar no site e usar seus recursos.

Temporários

Nós utilizamos cookies de sessão. Eles são temporários e expiram quando você fecha o navegador ou quando a sessão termina.

Finalidade

Estabelecer controle de idioma e segurança ao tempo da sessão.

Persistentes

Utilizamos também cookies persistentes que permanecem em seu disco rígido até que você os apague ou seu navegador o faça, dependendo da data de expiração do cookie. Todos os cookies persistentes têm uma data de expiração gravada em seu código, mas sua duração pode variar.

Finalidade

Coletam e armazenam a ciência sobre o uso de cookies no site.

Cookies de Terceiros

Outros cookies são colocados no seu dispositivo não pelo site que você está visitando, mas por terceiros, como, por exemplo, os sistemas analíticos.

Temporários

Nós utilizamos cookies de sessão. Eles são temporários e expiram quando você fecha o navegador ou quando a sessão termina.

Finalidade

Coletam informações sobre como você usa o site, como as páginas que você visitou e os links em que clicou. Nenhuma dessas informações pode ser usada para identificá-lo. Seu único objetivo é possibilitar análises e melhorar as funções do site.

Persistentes

Utilizamos também cookies persistentes que permanecem em seu disco rígido até que você os apague ou seu navegador o faça, dependendo da data de expiração do cookie. Todos os cookies persistentes têm uma data de expiração gravada em seu código, mas sua duração pode variar.

Finalidade

Coletam informações sobre como você usa o site, como as páginas que você visitou e os links em que clicou. Nenhuma dessas informações pode ser usada para identificá-lo. Seu único objetivo é possibilitar análises e melhorar as funções do site.

Você pode desabilitá-los alterando as configurações do seu navegador, mas saiba que isso pode afetar o funcionamento do site.

Chrome Firefox Microsoft Edge

Caso queira mais informações sobre os cookies de terceiros acesse:

Google Analytics Hotjar Facebook

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Definições dos cookies. Ao clicar em Eu concordo, você consente com a utilização de cookies.

Conhecimento de Embarque: qual o documento de cada modal?

Compartilhe:
Reading Time: 4 minutes

Conhecimento de Embarque: qual o documento de cada modal de transporte?

Primeiramente, não há nada mais comum na vida de um profissional de Comércio Exterior do que o Conhecimento de Embarque, independentemente do modal em que atua, qual parte do elo da cadeia está e qual seja o seu nível hierárquico na corporação.

Esse documento é ao mesmo tempo a salvação e a condenação de qualquer processo, pois contém informações muito importantes do embarque.

Os mais conhecidos são o BL (Bill of Lading) ou o AWB (Air Way Bill), uma vez que os modais aéreo e marítimo são os mais utilizados nos embarques de importação e exportação. Neste texto você irá entender melhor o que tudo isso significa e conhecer um pouco mais do tema.

O que é Conhecimento de Embarque no Comércio Exterior?

É o documento responsável por transmitir a posse para quem o tem. Isso quer dizer que, quem estiver com o documento é o detentor do embarque, já que além de ser um guia para o transporte, também é um título endossável, com aplicabilidade imediata.

Ou seja, como em um cheque bancário, o Conhecimento de Embarque pode ser transferido de uma empresa para outra de forma ágil e fácil.

Para tanto, nele precisam constar, entre outros:

  • informações que assegurem o que está sendo transportado;
  • data de embarque;
  • modal de transporte de origem e destino;
  • dados completos do exportador e do importador;
  • dados do tipo de embalagem;
  • peso e metragem cúbica;
  • assinatura do emissor; e
  • valor do frete (na maioria dos casos).

Além disso, no verso do Conhecimento de Embarque constam todos os termos do contrato de transporte que é celebrado entre contratante e contratado. Estes termos em geral não são negociáveis, mas é preciso aceitá-los.

Qual o Conhecimento de Embarque de cada modal de transporte?

Cada modal de transporte tem seu Conhecimento de Embarque próprio, definido para aquele embarque específico, ainda que seja multimodal – casos em que transportador realiza mais de um embarque da mesma carga.

Vamos, portanto, ver todas as possibilidades.

Marítimo

Conhecimento de Embarque Marítimo é o documento emitido pelo armador para o agente de carga assim como para o importador. Nesse caso trata-se do Conhecimento de Embarque Master, ou seja, um Master Bill of Lading (MBL), e do agente de cargas para o importador, que é chamado especificamente de House Bill of Lading (HBL).

Não é obrigatório ter um HBL para que um embarque aconteça, mas a emissão do MBL é mandatória. Sendo assim, o armador pode trabalhar direto com um importador ou exportador, ou com um agente de carga, no entanto, pelo menos o MBL deverá ser emitido para o embarque.

Contudo, existe a possibilidade da emissão de um Conhecimento de Embarque chamado de submaster, que é emitido por consolidadores de carga e reconhecido pelos sistemas aduaneiros mundiais. 

Neste Conhecimento de Embarque precisa conter, além das informações necessárias em todos os conhecimentos, dados como:

  • número do contêiner (para os casos em que há contêiner);
  • número do lacre;
  • nome do navio;
  • número da viagem; e
  • dados do consignatário (consignee) e notificado (notify).

Entretanto, é importante observar que a ausência de informação no BL pode causar atrasos, multas (de até R$5 mil), custos com sobreestadia de contêiner (demurrage), diárias extras de armazenagem, falta do produto no mercado, além do custo de oportunidade.

Aéreo

O Conhecimento de Embarque Aéreo é chamado de AWB (Airway Bill). Do mesmo modo que o marítimo, ele pode ser em formato de Master Airway Bill (MAWB) ou House Airway Bill (HAWB).

Nele precisam estar presentes:

  • informações dos conhecimentos de embarque;
  • dados do importador e exportador;
  • frete;
  • dados da carga;
  • data de embarque;
  • companhia aérea.

Além disso, qualquer omissão causará problemas parecidos com o do marítimo, com a diferença de que um embarque aéreo acontece em muito menos tempo, de modo que há menos espaço para correções durante o trânsito. 

Rodoviário

O Conhecimento de Embarque Rodoviário é o que permite que a empresa circule com a carga em território nacional ou entre fronteiras.

Ele confirma a posse da carga ao transportador e que as obrigações tributárias foram cumpridas, ainda que o importador esteja usando um regime aduaneiro especial que suspenda temporariamente o recolhimento dos impostos.

CT-e – Conhecimento de Transporte Eletrônico

É o documento que acompanha as cargas transportadas em território nacional.

CTR – Conhecimento de Transporte Rodoviário

Acompanha a carga durante um embarque internacional. 

Cabotagem

Na cabotagem, o conhecimento de embarque utilizado é o CT-e além disso, apenas empresas que são operadoras de transportes multimodais podem emiti-lo. 

Qual a diferença entre o Conhecimento de Embarque Master e o House?

O Conhecimento de Embarque Master é emitido pelo proprietário do meio de transporte em que a carga será embarcada, podendo ser uma companhia aérea assim como um armador marítimo. Ele pode ser emitido diretamente a um agente de cargas ou exportador e importador.

Já o Conhecimento de Embarque House é aquele emitido pelo agente de cargas para o importador ou exportador, seja aéreo ou marítimo.

Dessa maneira, o HBL sempre irá acompanhar um MBL, inclusive para fins de bloqueio da carga no CE Mercante, que é o sistema do Ministério dos Transportes que controla o Siscarga (Siscomex Carga): sistema mestre dos modais de transportes brasileiros.

Por fim, existem os Conhecimentos de Embarque Submaster, que são tratados no mercado como um HBL, mas possuem regulamentação internacional e campo específico no CE Mercante, além de tratamento próprio com os terminais de carga, o que torna impossível a liberação de um embarque sem que o consignatário, neste caso, esteja em posse de MBL, MBL Submaster e HBL.

Quem emite cada Conhecimento de Embarque?

Cada parte da cadeia que será responsável pela carga em determinado momento precisa emitir um Conhecimento de Embarque, independentemente do país em que a carga se encontre ou seja destinada. Portanto, conheça os principais abaixo:

MAWB

Emitido pela companhia aérea.

HAWB

Emitido pelo agente de cargas.

MBL

Emitido pelo armador.

MBL Submaster

Emitido pelo consolidador de cargas, conhecido pela sigla NVOCC (Non-Vessel Operation Common Carrier).

HBL

Emitido pelo agente de cargas.

CT-e

Emitido pelo transportador nacional, seja ele rodoviário, aquaviário ou ferroviário.

CRT

Emitido pelo transportador internacional.

Conclusão

Quando se trata de Conhecimento de Embarque o assunto é complexo, e por esta razão os atuantes do Comércio Exterior estão antenados e buscando cada vez mais soluções tecnológicas. Por exemplo, dentre estas inovações, uma inteligência artificial que diminua o trabalho manual e faça gestão dos documentos de transporte é uma mão na roda!

Sobre a e.Mix

A e.Mix está há mais de anos no mercado de desenvolvimento de softwares para empresas de comércio exterior. Nossos softwares gerenciam anualmente milhões de operações de clientes das mais variadas atividades e portes, aumentando a produtividade, assertividade e reduzindo custos.

Saiba mais sobre nossos softwares

Compartilhe:

Márcio Rodrigues

Gerente Comercial
marcio.rodrigues@emix.com.br

Sugira um tema para publicarmos no blog

Para enviar uma sugestão, faça login com seu Linkedin.
DU-e DUe FollowNet FollowNet One
O que é a DU-E na exportação?
Leia mais
Demurrage DemurrageNet Detention
Demurrage e Detention de container: qual a diferença?
Leia mais
Catálogo de Produtos Classificação Fiscal DU-e DUe DUIMP FollowNet FollowNet One NCM
Catálogo de Produtos da DUIMP: o que é e qual a sua importância
Leia mais
Automação ERP FollowNet FollowNet One Integração Silos de Dados
Implementei o meu ERP e agora?
Leia mais
arrow-left

Precisa de uma solução personalizada?
Preencha seus dados para retornarmos seu contato.








    São Paulo • +55 11 2122 0219
    Santos • +55 13 4062 9577
    Campinas • +55 19 4062 8962
    Rio de Janeiro • +55 21 3005 2073
    Curitiba • +55 41 2626 1437
    Porto Alegre • +55 51 2626 4231
    logo-footer
    logo 23 anos
    Rua Barão de Jaguara, 707, 3º Andar, Centro - Campinas/SP
    Deus seja louvado - Valores Virtuosos e.Mix
    Propósito: Contribuir para o sucesso com soluções inovadoras, transformando vidas e fortalecendo as relações.
    Valores: Amor, Comprometimento, Ética, Excelência, Inovação, Respeito.
    1997-2022 | e.Mix - Todos os direitos reservados | Política de Privacidade
    Elleven