Catálogo de Produtos: o que é e como se preparar?

O Catálogo de Produtos é um módulo do SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), o sistema de controle aduaneiro da Receita Federal, que está sendo implementado de forma gradual.

Catálogo de Produtos: o que é e como se preparar?

Catálogo de Produtos: o que é e como se preparar?

A Receita Federal do Brasil (RFB) vem implementando nos últimos anos diversas mudanças de melhorias na forma como são realizados os processos de liberação de mercadorias no Comércio Exterior. E o Catálogo de Produtos é uma destas muitas mudanças.

Como toda alteração já implementada anteriormente, é preciso conhecer como funcionam estas mudanças e como utilizá-las corretamente.

Por certo, este cuidado irá evitar problemas desnecessários no futuro, como multas e atrasos nos processos de liberação.

Por isso, este texto irá auxiliar você a entender melhor como funciona este procedimento. E, desta forma, deixar sua empresa ainda mais preparada para esta atualização.

 

O que é o Catálogo de Produtos?

O Catálogo de Produtos é um módulo do SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), o sistema de controle aduaneiro da Receita Federal, que está sendo implementado de forma gradual.

Consiste em uma espécie de cadastro dos produtos que são negociados.  Toda empresa tem a responsabilidade de alimentar os dados no sistema da Receita Federal.

Cada Catálogo será vinculado à empresa que o cadastrou, ou seja, cada empresa terá um registro próprio dos produtos com os quais trabalha.

Caso a empresa possua filiais, haverá a vinculação entre o Catálogo de Produtos da matriz com todas as demais unidades.

Este registro serve de base para as solicitações de licenciamento (Licenças, Permissões, Certificados e Outros Documentos – LCPO) e para o registro da DUIMP (Declaração Única de Importação) ou qualquer outro procedimento necessário através do SISCOMEX.

E irá auxiliar os fiscais da Receita na fiscalização aduaneira da mercadoria.

Esta mudança é mais uma dentre a gama de alterações em procedimentos que a Receita Federal vem executando nos últimos anos.

Essas atualizações visam tornar todo o processo mais ágil.

 

 

 

Como se preparar para o Catálogo de Produtos?

Como você pode observar, este módulo é vital para todos os que operam no Comércio Exterior.

E, portanto, é necessário e extremamente importante que todas as informações que ele contenha sejam o mais precisas e corretas possíveis.

Dentre os inúmeros benefícios que o Catálogo de Produtos irá trazer, com certeza a agilidade no processo é o que mais beneficia as empresas.

E, como agilidade se traduz em redução de custos, este é um ponto muito positivo desta alteração.

Abaixo, você verá como irá funcionar, na prática, este módulo. E como se preparar para utilizá-lo.

 

Entenda como funciona o Catálogo de Produtos

 

Por ser uma melhoria no SISCOMEX, o Catálogo de Produtos ainda está sendo implementado.

Quando for totalmente concluído, irá tornar a vida das empresas mais fácil, ao efetuar os registros de suas mercadorias.

A vantagem é que este cadastro é realizado uma única vez no sistema.

A partir daí, todas as operações de importação, por exemplo, que envolvam este item deverão utilizar este cadastro.

Bastará selecionar a opção correta, já cadastrada no sistema, e ela será utilizada no registro de uma DUIMP, por exemplo. Isso quer dizer que toda DUIMP de determinado produto que for registrada terá exatamente a mesma descrição utilizada na importação anterior deste mesmo item.

O lado negativo é que, uma vez que o cadastro tenha sido realizado, qualquer alteração deverá ser justificada para a Receita Federal.

Então, é preciso ter cuidado redobrado na hora de efetuar o cadastro.

Outro detalhe é que a empresa irá determinar qual representante legal será responsável por alimentar o sistema e somente efetuar novos registros ou alterações.

Quais informações devem ser inseridas no Catálogo de Produtos?

Esta atualização traz um registro completo e muito detalhado do que é o produto.

Ele deverá conter informações como a descrição correta e completa da mercadoria, NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul), além das particularidades e características necessárias à adequada identificação do produto.

Pode-se também acrescentar arquivos como fotos e especificações técnicas no módulo, para o melhor e mais completo detalhamento do produto.

Isso irá facilitar o trabalho dos fiscais na hora da conferência da mercadoria.

 

Revise sua base atual de produtos

Como qualquer alteração no Catálogo de Produtos deverá ser justificada para a Receita Federal, não será possível efetuar mudanças constantes neste registro.

Por isso, é importante revisar os produtos com os quais sua empresa trabalha.

Também é necessário verificar se todas as informações para a identificação do produto estão corretas e disponíveis.

Isso é fundamental para todas as empresas, mas a atenção deve ser redobrada para as empresas que possuem uma grande quantidade e variedade de produtos negociados no mercado internacional.

Afinal, uma gama de produtos será igual a um número grande de registros a serem realizados.

 

 

 

Quais as consequências de preencher o Catálogo de Produtos com dados errados?

Como os dados que constarão no Catálogo de Produtos servirá de base para os registros perante a Receita Federal, deve-se prestar muita atenção ao correto e completo preenchimento dos dados.

Qualquer erro poderá gerar multas e aplicações de outras penalidades.

Além disso, os erros também poderão resultar em custos extras no processo, como armazenagem, demurrage, entre outros.

 

Comece já a se preparar para o Catálogo de Produtos

Todas estas atualizações que a Receita Federal vem implementando tem a intenção de adequar os procedimentos às novas tecnologias e à realidade dinâmica do mercado.

A intenção é que, ao final de todas estas adequações, os processos de fiscalização e liberação aduaneira sejam realizadas de forma mais precisa e ágil.

Portanto, esse novo modelo é muito bem-vindo. Mais do que isso, será necessário e benéfico para as empresas.

Porém, é necessário se ajustar a essas mudanças para que a boa notícia não se torne um pesadelo.

Pensando nisso, dependendo do tamanho da base de produtos de sua empresa, você pode já estar atrasado no que se refere à preparação de seu Catálogo de Produtos.

É neste ponto que a tecnologia pode ajudar e muito sua empresa.

 

A e.Mix tem a tecnologia que você precisa para se preparar para o Novo Processo de Importação

Como um módulo de um sistema, o Catálogo de Produtos está habilitado para ser alimentado por registro ou por lote.

Isso significa que você pode importar a sua base de dados para o Catálogo de Produtos de uma única vez.

Por isso, ter uma base de dados correta e completa pode fazer toda a diferença.

Para facilitar esta operação, você pode contar com a ajuda da e.Mix para tornar esta transição o mais segura e ágil possível.

Quer conhecer melhor nossas ferramentas? Visite nosso site e descubra nossas soluções para sua empresa fazer a transição para o Novo Processo de Importação da maneira mais acertada possível.

Veja também
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?

Se a sua empresa ainda não está adaptada a mudança do novo Catálogo de Produtos, você corre o risco de enfrentar complicações regulatórias, atrasos e custos adicionais.

A nova exigência do Catálogo de Produtos visa a eficiência e a conformidade das operações de importação. Ao integrar este módulo ao Portal Único Siscomex, o governo busca simplificar os processos comerciais e aumentar a transparência das operações. Isso impacta diretamente na maneira como as empresas interagem com os órgãos de controle e gestão aduaneira.

Se sua empresa não se adaptar rapidamente, poderá enfrentar desafios significativos, como multas, atrasos na liberação de mercadorias e um aumento nos custos operacionais devido à necessidade de retrabalho. Agora é o momento de agir e garantir que sua empresa esteja pronta para essa transformação, evitando complicações futuras e se posicionando como líder no mercado de comércio exterior.

Leia mais
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras

O sucesso de uma empresa depende da qualidade e da eficiência de suas relações com fornecedores. A gestão de relacionamento com fornecedores não é apenas sobre negociar contratos; é também sobre construir parcerias estratégicas que impulsionam o crescimento mútuo e a sustentabilidade a longo prazo. Para qualquer empresa, desenvolver um sistema robusto para gerenciar essas relações é crucial para manter a competitividade e garantir a qualidade dos produtos importados.

Neste artigo, exploraremos estratégias fundamentais para fortalecer o relacionamento com fornecedores. Vamos discutir como a adoção de uma abordagem proativa pode transformar a gestão de fornecedores em um diferencial competitivo para sua empresa no mercado global.

Leia mais
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as leis e regulamentos locais e internacionais. Ser pego despreparado durante uma auditoria aduaneira pode resultar em penalidades significativas, atrasos nas operações e danos à reputação da empresa. Portanto, estar bem preparado não é apenas uma medida de precaução; é uma estratégia crucial para manter a eficiência e a integridade dos negócios.

Este artigo detalha como as empresas podem se antecipar, se preparando para enfrentar auditorias aduaneiras com confiança. Desde compreender o que esperar em uma auditoria até implementar sistemas robustos de documentação e treinamento de equipe, exploraremos as melhores práticas que ajudam a garantir que sua empresa esteja sempre pronta para demonstrar sua conformidade. Ao adotar uma abordagem proativa ao manter dados e documentos organizados, as empresas podem transformar auditorias aduaneiras de potenciais ameaças em oportunidades para reafirmar seu compromisso com a excelência operacional.

Leia mais