Cubagem no embarque internacional: Quais seus impactos?

O fator cubagem é equivalente a cada metro cúbico por modal, sendo definido como o ideal para a carga. Contudo, a diferenciação desse fator em cada meio de transporte ocorre de acordo com o cálculo específico conforme a capacidade de carga que é permitida. 

Dessa forma, a cubagem para embarque internacional cobrada no frete será muito mais justa para o usuário do transporte. Inclusive para o transportador, visto que o importador ou exportador pagarão pelo maior valor entre o peso real e o peso volumétrico da carga. 

Cubagem no embarque internacional: Quais seus impactos?

Quais são os impactos da cubagem em um embarque internacional?

Neste artigo, falaremos sobre um termo muito utilizado na logística de transportes. Estamos nos referindo à cubagem no embarque internacional, como uma fonte de informações para a tratativa adequada de questões pertinentes à tarefa no carregamento de produtos, bem como ao cálculo do valor do frete que será pago.

A cubagem é uma forma de medir a carga, que possui grande relevância para os negócios empresariais nos segmentos internacionais.

Sabemos que todos os modais têm regras específicas para a definição de valores e limites de cargas, para que o embarque seja adequado ao transporte escolhido.

Gostou do que está lendo até aqui? Então, leia o artigo até o final e saiba mais sobre o tema. Boa leitura!

Qual é a diferença entre cubagem e volume?

Em primeiro lugar, vamos conceituar o que é a cubagem no embarque internacional para a melhor compreensão na diferenciação entre os dois termos apresentados.

A cubagem é simplesmente o cálculo realizado entre o volume e o peso de uma carga, registrado numericamente. Assim sendo, trata-se de um resultado matemático muito útil na realização dos orçamentos de fretes internacionais.

É importante saber que a função da cubagem é sempre evitar ao máximo o desperdício. Em outras palavras, seu objetivo principal é conseguir ocupar todo o espaço físico disponível do modal de transporte escolhido, com a capacidade de peso permitido para embarcar a carga.

Em suma, a cubagem no embarque internacional é a fórmula que considera as informações básicas da carga: altura (metros) x largura (metros) x comprimento (metros) x fator de cubagem (quilos) = peso cubado (quilos).

Já para o termo volume pode-se dizer que é o espaço ocupado por qualquer objeto, podendo ser calculado pela fórmula do comprimento x altura x largura. Dessa forma, este cálculo define o volume que uma embalagem contém.

Entenda o que é peso cubado

Posteriormente ao cálculo realizado pela fórmula para verificar o valor do frete que será pago, pode-se ter o resultado final pertinente ao peso cubado. Este peso taxado é expresso em quilos, levando em consideração o peso que será calculado no frete, caso ele seja superior ao peso real da mercadoria.

Em outras palavras, será sempre uma relação transformada em peso, a qual é padronizada conforme a estrutura do modal de transporte que foi escolhido, como a opção ideal para a movimentação da carga disponível.

Como calcular a cubagem de uma carga?

O cálculo da cubagem para embarque internacional possui as suas diferentes fórmulas, devido ao metro cúbico considerado para cada modal de transporte que será utilizado na movimentação da carga.

Sendo assim, o cálculo realizado para cada meio de transporte que executa as movimentações no comércio exterior é realizado das seguintes formas:

  • modal rodoviário considera 1 metro cúbico = 300 quilos;
  • modal marítimo considera 1 metro cúbico = 1.000 quilos; e
  • modal aéreo considera 1 metro cúbico = 166,667 quilos.

O fator cubagem é equivalente a cada metro cúbico por modal, sendo definido como o ideal para a carga. Contudo, a diferenciação desse fator em cada meio de transporte ocorre de acordo com o cálculo específico conforme a capacidade de carga que é permitida.

Dessa forma, a cubagem para embarque internacional cobrada no frete será muito mais justa para o usuário do transporte. Inclusive para o transportador, visto que o importador ou exportador pagarão pelo maior valor entre o peso real e o peso volumétrico da carga.

Cálculo do embarque no modal aéreo

No caso desse modal, a cubagem para embarque internacional é regulamentada pela International Air Transport Association (IATA), a partir da fórmula definida para a cubagem aérea que considera o metro cúbico igual a 166,667 kg/m³ ou cada 1000 gramas igual 6000 cm³/kg.

Em seguida, daremos um exemplo prático de cubagem aérea:

Considere 2 caixas com as medidas 0,30 x 0,50 x 0,50 cm, com o peso de 10 kg cada uma.

CBM total será 0,30 x 0,50 x 0,50 = 0,075 m³ x 20 kg = 0,15 m³.

Peso bruto total: 10 kg x 2 caixas = 20 kg.

Peso cubado: 0,15 x 166,667 = 25 kg.

Cálculo cubado no modal marítimo

No modal marítimo, a cubagem para embarque internacional tem o seu fator padrão de um metro cubado igual a 1000 kg.

Então, daremos um exemplo simples para o cálculo, considerando o peso da carga de 20 quilos, com medidas de 0,50 metros de altura, 0,50 metros de largura e 0,50 metros de comprimento.

Assim: 0,50 x 0,50 x 0,50 x 1.000 = 125 kg cubados.

Cálculo da cubagem no modal rodoviário

Da mesma forma como nos modais citados antes, a cubagem para embarque internacional no modal rodoviário também tem o seu fator específico para o cálculo do frete, que se refere a 300 quilos por metro cúbico.

Considerando o exemplo de uma caixa de 40 kg, com medidas de 0,70 metros de altura, 0,70 metros de largura e 0,70 metros de comprimento, teremos o seguinte resultado final:

0,70 x 0,70 x 0,70 x 300 = 102,9 kg cubados.

Como a cubagem pode impactar em um embarque internacional?

Neste momento, vimos o quanto a cubagem para embarque internacional é importante para a devida identificação da capacidade de carga disponível em cada modal de transporte, conforme as suas especificidades limitadas de peso e de volume.

Pode-se dizer que essa modalidade de medição impacta positivamente os custos financeiros das empresas do comércio exterior. Abaixo, listaremos alguns dos impactos vantajosos da cubagem, que são:

  • consolida os envios de carga com maior eficiência;
  • evita espaço ocioso no modal de transporte;
  • reduz o custo operacional conforme espaço físico disponível e o peso bruto da carga;
  • melhora o planejamento do transporte da carga;
  • oferece um serviço com maior qualidade e com menor custo ao cliente;
  • os transportadores melhoram os resultados e alcançam mais consumidores.

As soluções da e.Mix facilitam a gestão do seu embarque internacional

A e.Mix está no desenvolvimento de softwares há mais de 25 anos, com soluções inovadoras em tecnologia de ponta, para aumentar seus resultados a qualquer momento e ainda criar diferenciais para os seus clientes.

Os softwares são muito flexíveis e transformarão seu trabalho, com o controle completo das etapas da sua empresa, trazendo maior visibilidade dos setores de forma fácil e ágil por meio dos nossos dashboards.

Nossos especialistas se dedicarão para a melhor implementação, análise e melhoria constante das soluções escolhidas para sua demanda, por meio de um acompanhamento regular.

Veja também
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras

O sucesso de uma empresa depende da qualidade e da eficiência de suas relações com fornecedores. A gestão de relacionamento com fornecedores não é apenas sobre negociar contratos; é também sobre construir parcerias estratégicas que impulsionam o crescimento mútuo e a sustentabilidade a longo prazo. Para qualquer empresa, desenvolver um sistema robusto para gerenciar essas relações é crucial para manter a competitividade e garantir a qualidade dos produtos importados.

Neste artigo, exploraremos estratégias fundamentais para fortalecer o relacionamento com fornecedores. Vamos discutir como a adoção de uma abordagem proativa pode transformar a gestão de fornecedores em um diferencial competitivo para sua empresa no mercado global.

Leia mais
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as leis e regulamentos locais e internacionais. Ser pego despreparado durante uma auditoria aduaneira pode resultar em penalidades significativas, atrasos nas operações e danos à reputação da empresa. Portanto, estar bem preparado não é apenas uma medida de precaução; é uma estratégia crucial para manter a eficiência e a integridade dos negócios.

Este artigo detalha como as empresas podem se antecipar, se preparando para enfrentar auditorias aduaneiras com confiança. Desde compreender o que esperar em uma auditoria até implementar sistemas robustos de documentação e treinamento de equipe, exploraremos as melhores práticas que ajudam a garantir que sua empresa esteja sempre pronta para demonstrar sua conformidade. Ao adotar uma abordagem proativa ao manter dados e documentos organizados, as empresas podem transformar auditorias aduaneiras de potenciais ameaças em oportunidades para reafirmar seu compromisso com a excelência operacional.

Leia mais
Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?
Entreposto aduaneiro: O que é e como funciona e qual sua vigência?

De acordo com o Art. 404 do Regulamento Aduaneiro, o entreposto aduaneiro é definido como um regime especial que pode ser usado tanto na importação como na exportação. Ele serve para que as empresas possam armazenar suas mercadorias realizando a liberação junto à RFB com um prazo maior do que o habitual ou até efetuar a retirada das mercadorias de forma parcial. 

Dessa maneira, o entreposto possibilita a suspensão dos impostos até que todas as etapas sejam finalizadas, no caso da importação e da exportação. Dependendo de cada caso, algumas das vantagens destes regimes estão na possibilidade de as empresas aprimorarem seus planejamentos logísticos e reduzirem os custos das operações. 

Leia mais