Exportações em 2018 alcançam o maior valor dos últimos 5 anos

Postado em 07 de janeiro de 2019 às 16:20

Exportações somaram US$ 239,5 bilhões e importações US$ 181,2 bilhões. Fluxo de comércio cresceu 13,7% no ano e chegou a US$ 420,7 bilhões

 

A corrente de comércio brasileira, que é a soma das exportações e importações, cresceu 13,7% em 2018. As exportações alcançaram US$ 239,5 bilhões enquanto as importações registraram US$ 181,2 bilhões. O saldo comercial, que é a diferença entre as duas operações, ficou em US$ 58,3 bilhões, segundo melhor desempenho registrado desde 1989. Os dados foram publicados hoje pelo Ministério da Economia, órgão que seguirá com a divulgação periódica das estatísticas oficiais do comércio exterior brasileiro.

No ano de 2018, as exportações cresceram 9,6% e registraram a maior cifra dos últimos cinco anos. As importações aumentaram 19,7% e atingiram o maior valor desde 2014. A corrente de comércio foi de US$ 420,7 bilhões, superando em US$ 52 bilhões o resultado de 2017 e atingindo o maior valor desde 2014, quando somou US$ 454 bilhões.

Confira aqui os dados completos da balança comercial

 

Exportações

O aumento das exportações se deu pelo segundo ano consecutivo após sucessivas quedas entre 2012 e 2016. O valor de US$ 239,5 bilhões exportado em 2018 retoma os níveis de 2013, quando foram exportados US$ 242 bilhões.

Por fator agregado, houve crescimento das exportações de produtos básicos (17,2%, para US$ 118,9 bilhões) e manufaturados (7,4%, para US$ 86,6 bilhões), enquanto os produtos semimanufaturados registraram redução de 3,1% (para US$ 30,6 bilhões).

O crescimento das exportações é consequência tanto do aumento dos volumes embarcados (4,1% no índice de quantum), quanto dos preços (5,1%). As exportações de produtos básicos influenciaram o desempenho do índice quantum. Somente essa categoria de produtos cresceu 9,8% no volume embarcado, de acordo com o índice. Pelo mesmo critério, os produtos manufaturados aumentaram 2,6% e os semimanufaturados recuaram 4,6%. Vale ressaltar que o desempenho das exportações de semimanufaturados foi impactado pela forte queda de 40,6% (-22% em quantidade e -23,8% em preço) nas vendas externas de açúcar em bruto, na comparação com 2017, ano em que foram registrados volumes recordes (23,3 milhões de toneladas).

Os principais mercados de destino das exportações brasileiras tiveram desempenho positivo: China (US$ 66,6 bilhões, com alta de 32,2%); União Europeia (US$ 42,1 bilhões, +20,1%); e Estados Unidos (US$ 28,8 bilhões, +6,6%). A Argentina segue como principal parceiro comercial do Brasil na América Latina mas as exportações para aquele destino (US$ 14,9 bilhões em 2018) caíram 15,5% na comparação com 2017. A redução nas exportações de produtos do setor automotivo foi a que mais impactou a queda geral nas exportações para a Argentina.

Para a China, os destaques foram as exportações de commodities agrícolas e minerais: soja, petróleo em bruto, minério de ferro, celulose, carne bovina, ferro ligas, carne de frango, algodão em bruto, entre outros. Para a União Europeia também houve destaque para produtos básicos: farelo de soja, minério de ferro, celulose, café em grão, petróleo em bruto, soja, minério de cobre, entre outros. Já para os Estados Unidos, o aumento de 6,6% das exportações foi influenciado pelo crescimento das vendas de aço semimanufaturado, petróleo bruto, partes de motores de aviões, máquinas e aparelhos para terraplanagem. As exportações brasileiras para os EUA, em 2018, foram majoritariamente de bens manufaturados (cerca de 60%). Com isso o mercado norte-americano se consolida como o maior destino de produtos industrializados do Brasil.

 

Importações

As vendas externas brasileiras no total de US$ 181,2 bilhões em 2018 representaram um incremento de 19,7% em relação a 2017. O aumento se deu pelo segundo ano consecutivo, após quedas acentuadas de mais de 20% em 2015 e 2016, decorrentes da contração da demanda interna, principalmente da indústria. Em relação ao desempenho dos anos anteriores, o resultado de 2018 supera o registrado em 2015, quando foram importados US$ 171,5 bilhões.

Em 2018, houve aumento de importações em todas as grandes categorias econômicas: bens de capital (US$ 28,6 bilhões, +76,5%); bens intermediários (US$ 104,9 bilhões, +11,6%); bens de consumo (US$ 25,5 bilhões, +9,1%); e combustíveis e lubrificantes (US$ 22,0 bilhões, +24,9%). No ano, as importações foram majoritariamente (85%) compostas por combustíveis, insumos e bens de capital.

Os índices de quantidade e preço também influenciaram o desempenho anual das importações. O índice de quantum cresceu 13,5% enquanto que os preços aumentaram, em média, 5,7%. Os percentuais de crescimento das quantidades e dos preços são superiores aos de 2017 (quantum +6,4% e preço +4,0%). Em 2018, houve aumento do índice de quantum das importações de todas as categorias: bens de capital (82,7%); bens intermediários (5,2%); bens de consumo (9,1%); e combustíveis e lubrificantes (3,2%).

Os principais parceiros comerciais brasileiros nas importações correspondem aos das exportações: China (US$ 35,5 bilhões, +26,6%); União Europeia (US$ 34,8 bilhões, +7,9%); Estados Unidos (US$ 28,9 bilhões, +16,1%); e Argentina (US$ 11,1 bilhões, +16,7%).

 

Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Você precisa de uma solução personalizada?

Preencha corretamente os dados abaixo e envie sua mensagem, um profissional especializado entrará em contato com você.

e.Mix é destaque nos portais Exame, Terra, InfoMoney e agência O Globo

Postado em 19 de dezembro de 2018 às 10:31

A e.Mix foi tema de matéria publicada nos principais portais de notícias do Brasil. Os conteúdos trazem informações sobre a utilização de sistemas para automatização e com inteligência artificial, que diminuem ou excluem algumas etapas durante os processos de importação e exportação. Nas matérias, o gerente comercial da e.Mix, Márcio Rodrigues, explicou como as soluções […]

Sistemas automatizados contribuem para agilidade nos processos de importação e exportação

Postado em 11 de dezembro de 2018 às 15:32

Soluções desenvolvidas por empresa brasileira de software atuam na gestão das operações de comércio exterior. O uso da tecnologia no mercado de comércio exterior tem contribuído muito para o aumento da produtividade nas importações e exportações no cenário brasileiro. Prova disso, são os dados divulgados recentemente: o Brasil subiu 33 posições no ranking de comércio […]

Exportação de café solúvel deve atingir 80 mil toneladas em 2018

Postado em 30 de novembro de 2018 às 14:34

As exportações brasileiras de café solúvel devem superar 80 mil toneladas até o final de 2018.   As exportações brasileiras de café solúvel devem superar 80 mil toneladas ao fim de 2018, leve crescimento sobre as 79,7 mil toneladas embarcadas ao exterior no ano passado, segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Café […]

São Paulo • +55 11 2122 0219
Santos • +55 13 4062 9577
Campinas • +55 19 4062 8962
Rio de Janeiro • +55 21 3005 2073
Curitiba • +55 41 2626 1437
Porto Alegre • +55 51 2626 4231
Rua Barão de Jaguara, 707, 3º Andar, Centro - Campinas/SP
Deus seja louvado - Valores Virtuosos e.Mix
Missão: Contribuir para o sucesso com soluções inovadoras, transformando vidas e fortalecendo as relações.
1997-2019 | e.Mix - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por: DLS/ Comunicação