Habilitação no RADAR Siscomex e Exportação: quais os cuidados?

O RADAR Siscomex é uma ferramenta utilizada para fiscalização, contabilidade e registro aduaneiro de operações do comércio exterior que acontecem no Brasil.

Armazena dados de todos os agentes envolvidos nas importações e exportações, facilitando, dessa maneira, o estabelecimento de regras e normas pela RFB.

É preciso que as empresas se habilitem e tenham um operador capacitado para inserir todas as informações no sistema e acompanhar as etapas da exportação.

Habilitação no RADAR Siscomex e Exportação: quais os cuidados?

RADAR Siscomex e Exportação: quais os cuidados?

Se você possui uma empresa com CNPJ ativo e tem pretensões de exportar ou importar mercadorias para o exterior, o primeiro passo é entender sobre a habilitação no RADAR Siscomex.

Trata-se do Sistema Ambiente de Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros e permite que a Receita Federal do Brasil (RFB) obtenha informações em tempo real das operações.

Atualmente ele é indispensável para fiscalização em nosso país, por isso preparamos um artigo sobre como se habilitar no RADAR, quais as modalidades e cuidados com o sistema.

O que significa RADAR Siscomex?

O RADAR Siscomex é uma ferramenta utilizada para fiscalização, contabilidade e registro aduaneiro de operações do comércio exterior que acontecem no Brasil.

Armazena dados de todos os agentes envolvidos nas importações e exportações, facilitando, dessa maneira, o estabelecimento de regras e normas pela RFB.

É preciso que as empresas se habilitem e tenham um operador capacitado para inserir todas as informações no sistema e acompanhar as etapas da exportação.

Em suma, o público-alvo do cadastro de intervenientes no Siscomex são: Depositário Operador de Remessas Expressas, Operador de Remessas Postais, Operador de Trânsito Multimodal (OTM), Despachante Aduaneiro, Ajudante de Despachante Aduaneiro.

Posso exportar sem ter habilitação no RADAR?

Todas as empresas que desejam exportar produtos brasileiros devem estar devidamente habilitadas, ou seja, devem provar que estão legalmente aptas a atuar no mercado internacional.

De acordo com o Art. 19 da IN RFB nº 1.984, de 27 de outubro de 2020, apenas os seguintes casos não precisam ser registradas no Siscomex:

  • Importações para consumo próprio, feitas por pessoas físicas;
  • Órgãos da administração pública direta ou autárquica, federal, estadual ou municipal, as missões diplomáticas ou repartições consulares de país estrangeiro ou as representações de órgãos internacionais.

O que fazer se o meu RADAR estiver desabilitado?

Um dos motivos para desabilitação é o descumprimento de requisito de admissibilidade, como é o caso da falta do Domicílio Tributário Eletrônico (DTE).

Desde julho de 2021 as empresas que não incorporaram ao DTE estão sendo desabilitadas no RADAR.

Isso porque o DTE é um instrumento que facilita a comunicação da Receita Federal com os operadores, sendo portanto um requisito de admissibilidade para a habilitação.

Como consequência, as empresas acabam sendo impossibilitadas de importar e exportar, devendo assim regularizar sua habilitação no RADAR para voltar a atuar no comércio internacional.

Após confirmar no site da Receita Federal que de fato houve a desabilitação, é preciso confirmar se o DTE está ativo e solicitar outra habilitação por meio do e-CAC.

Além disso, o RADAR é desabilitado quando não há a comprovação das capacidades operacional, econômica e financeira necessárias, quando há vício em ato cadastral perante o CNPJ passível de nulidade, ou se não for localizado o endereço constante do CNPJ.

Antes de realizar exportações, não deixe de conferir se sua empresa está de fato habilitada, pois do contrário isso pode causar prejuízos e gastos desnecessários.

Modalidades de habilitação no RADAR

No RADAR existem modalidades diferentes de habilitação de acordo com a atual legislação. São elas:

Expressa

Na modalidade expressa se encaixam:

“a) pessoa jurídica constituída sob a forma de sociedade anônima de capital aberto, com ações negociadas em bolsa de valores ou no mercado de balcão, e suas subsidiárias integrais; ou

  1. b) empresa pública ou sociedade de economia mista;”

Limitada I

Se encaixa na modalidade limitada I aqueles que não se enquadram na expressa e com capacidade financeira limitada a 50 mil dólares por semestre na importação e ilimitado na exportação.

Muitas empresas que estão iniciando suas operações podem ser enquadradas na Limitada I pois não há necessidade de apresentar documentação.

Limitada II

Da mesma forma, na Limitada II estabelece um valor máximo, o de 150 mil dólares de importação por semestre e ilimitado para exportação.

O pedido é feito pelo Portal Habilita e pode ser concedido com base em informações da Receita Federal que dirão se a capacidade da empresa se enquadra no limite citado.

Se isso não acontecer, o solicitante deve protocolar um requerimento com dossiê digital no e-CAC.

Ilimitada

Já a habilitação do RADAR ilimitada não coloca limites de importação no semestre e normalmente é para empresas que possuem capacidade de atuação comprovada e maior experiência de atuação no comércio exterior.

Também possui as exportações ilimitadas, mas a lei estabelece que as importações não ultrapassem R$81.000,00 por ano.

Esse tipo de permissão é concedida por meio da análise das informações da Receita Federal, visto que ela acompanha e monitora seus processos.

Como solicitar habilitação no RADAR Siscomex?

A habilitação no RADAR acontece no Portal Único Siscomex. Para isso, deve-se acessar o portal, clicar na opção “habilitar empresa”, inserir as informações no formulário e selecionar as opções devidas.

Caso escolha o RADAR Expresso, a página será direcionada para o RADAR na qual ele será deferido.

Se for “Limitado” ou “Ilimitado”, o portal fará a análise dos dados da empresa no banco de dados da RFB, e emitirá a decisão.

A próxima fase é o parecer a ser concedido, ou seja, a habilitação da empresa. Outro resultado pode ser a exigência da apresentação de um processo baseado na IN RFB nº 1.984/2020.

Se assim for necessário, a apresentação de uma lista de documentos será solicitada, em formato determinado pela lei vigente.

Faça a gestão do seu processo de exportação com a e.Mix

Agora que você já conhece melhor o funcionamento e habilitação no RADAR, entende o quanto é importante cumprir os seus requisitos de admissibilidade.

Não se deixe ser pego de surpresa por pendências e descumprimentos que coloquem em risco a sua habilitação, faça a gestão do seu processo de exportação com as soluções e.Mix!

Nossos softwares ajudam sua empresa a manter todos os dados da transação estrategicamente organizados para que a Receita Federal não encontre impedimentos.

Utilizamos ferramentas que tornam mais simples e mais fáceis os processos de exportação e importação e operações do RADAR.

Por meio da inteligência artificial, realizamos análises de dados, mitigamos erros, otimizamos seu tempo e prevenimos multas.

Oferecemos soluções personalizadas que se adequam à rotina e aos objetivos da sua equipe. Para mais informações entre em contato conosco pelo chat ou WhatsApp.

 

Veja também
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?

Se a sua empresa ainda não está adaptada a mudança do novo Catálogo de Produtos, você corre o risco de enfrentar complicações regulatórias, atrasos e custos adicionais.

A nova exigência do Catálogo de Produtos visa a eficiência e a conformidade das operações de importação. Ao integrar este módulo ao Portal Único Siscomex, o governo busca simplificar os processos comerciais e aumentar a transparência das operações. Isso impacta diretamente na maneira como as empresas interagem com os órgãos de controle e gestão aduaneira.

Se sua empresa não se adaptar rapidamente, poderá enfrentar desafios significativos, como multas, atrasos na liberação de mercadorias e um aumento nos custos operacionais devido à necessidade de retrabalho. Agora é o momento de agir e garantir que sua empresa esteja pronta para essa transformação, evitando complicações futuras e se posicionando como líder no mercado de comércio exterior.

Leia mais
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras

O sucesso de uma empresa depende da qualidade e da eficiência de suas relações com fornecedores. A gestão de relacionamento com fornecedores não é apenas sobre negociar contratos; é também sobre construir parcerias estratégicas que impulsionam o crescimento mútuo e a sustentabilidade a longo prazo. Para qualquer empresa, desenvolver um sistema robusto para gerenciar essas relações é crucial para manter a competitividade e garantir a qualidade dos produtos importados.

Neste artigo, exploraremos estratégias fundamentais para fortalecer o relacionamento com fornecedores. Vamos discutir como a adoção de uma abordagem proativa pode transformar a gestão de fornecedores em um diferencial competitivo para sua empresa no mercado global.

Leia mais
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as leis e regulamentos locais e internacionais. Ser pego despreparado durante uma auditoria aduaneira pode resultar em penalidades significativas, atrasos nas operações e danos à reputação da empresa. Portanto, estar bem preparado não é apenas uma medida de precaução; é uma estratégia crucial para manter a eficiência e a integridade dos negócios.

Este artigo detalha como as empresas podem se antecipar, se preparando para enfrentar auditorias aduaneiras com confiança. Desde compreender o que esperar em uma auditoria até implementar sistemas robustos de documentação e treinamento de equipe, exploraremos as melhores práticas que ajudam a garantir que sua empresa esteja sempre pronta para demonstrar sua conformidade. Ao adotar uma abordagem proativa ao manter dados e documentos organizados, as empresas podem transformar auditorias aduaneiras de potenciais ameaças em oportunidades para reafirmar seu compromisso com a excelência operacional.

Leia mais