Importar brinquedos: o que preciso saber para começar?

O Brasil tem apresentado crescimento na indústria de brinquedos nacionais, tornando o setor mais atrativo para investimentos. Especialmente porque a sazonalidade em relação a esse tipo de produto possibilita importar brinquedos para atender as demandas de festividades como Dia das Crianças e Natal, quando o consumo é ainda maior. Além disso, o mercado externo oferece uma ampla gama de modelos para atender a qualquer faixa etária.

São variados tipos de brinquedos que agradam a todas as idades, certamente proporcionando um extenso público de consumo.

Operar no mercado internacional envolve particularidades e fatores como, por exemplo, país de origem da mercadoria, modal, benefícios fiscais, impostos incidentes, tipo de produto, exigências aduaneiras etc.

Em geral os brinquedos são objeto de altas cargas tributárias na importação, no entanto, ainda é possível competir no mercado nacional.

Importar brinquedos: o que preciso saber para começar?

O que preciso saber para começar a importar brinquedos?

O Brasil tem apresentado crescimento na indústria de brinquedos nacionais, tornando o setor mais atrativo para investimentos. Especialmente porque a sazonalidade em relação a esse tipo de produto possibilita importar brinquedos para atender as demandas de festividades como Dia das Crianças e Natal, quando o consumo é ainda maior. Além disso, o mercado externo oferece uma ampla gama de modelos para atender a qualquer faixa etária.

São variados tipos de brinquedos que agradam a todas as idades, certamente proporcionando um extenso público de consumo.

Operar no mercado internacional envolve particularidades e fatores como, por exemplo, país de origem da mercadoria, modal, benefícios fiscais, impostos incidentes, tipo de produto, exigências aduaneiras etc.

Em geral os brinquedos são objeto de altas cargas tributárias na importação, no entanto, ainda é possível competir no mercado nacional.

Apesar dos trâmites burocráticos que envolvem uma operação de importação, com o atendimento de todos os requisitos necessários o processo pode ser efetuado de maneira segura e eficiente.

Para isso, é fundamental analisar todos os aspectos essenciais que abrangem esse tipo de operação e principalmente facilitar o processo a partir de automatizações que simplificam as atividades.

Por que importar brinquedos?

A exclusividade é um dos fatores que favorecem optar pela importação de brinquedos, isso pode ser definido desde um brinquedo infantil educativo até um jogo para o público adulto.

O preço poderá ser aplicado conforme a marca e qualidade e não necessariamente baseando-se no concorrente.

O mercado asiático, principal fornecedor do Brasil atualmente, possui uma capacidade produtiva com baixos custos, o que torna o setor ainda mais competitivo, mesmo com os altos impostos aplicados na importação.

Saiba mais sobre a origem dos brinquedos importados que circulam no Brasil

De acordo com dados do Comex Stat, no ano de 2022 o Brasil importou US$ 249.048.859 em brinquedos, sendo US$ 179.625.011 da China e US$ 22.148.605 do Vietnã.

Outros países como México, Indonésia, Malásia, Paraguai, Tailândia e Índia também foram origem das importações.

Em 2021 as importações foram de US$ 244.206.299, sendo a China o principal fornecedor.

Qual é o imposto para importar brinquedos?

Até 2020 o Imposto de Importação era de 35% para brinquedos, no entanto, a partir de 2021 a alíquota foi reduzida para 20%.

A posição da NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) para brinquedos é a “9503 – Brinquedos, jogos, artigos para divertimento ou para esporte; suas partes e acessórios”.

  • 95 – Brinquedos, jogos, artigos para divertimento ou para esporte; suas partes e acessórios.
  • 9503.00 – Triciclos, patinetes (trotinetas), carros de pedais e outros brinquedos semelhantes de rodas; carrinhos para bonecos; bonecos; outros brinquedos; modelos reduzidos e modelos semelhantes para divertimento, mesmo animados; quebra-cabeças (puzzles)
  • 9503.00.10 – Triciclos, patinetes, carros de pedais e outros brinquedos semelhantes com rodas; carrinhos para bonecos
  • 9503.00.21 – Bonecos, mesmo vestidos, com mecanismo a corda ou elétrico
  • 9503.00.22 – Outros bonecos, mesmo vestidos
  • 9503.00.31 – Com enchimento
  • 9503.00.39 – Outros
  • 9503.00.40 – Trens elétricos, incluindo os trilhos, sinais e outros acessórios
  • 9503.00.50 – Modelos reduzidos, mesmo animados, em conjuntos para montagem, exceto os do item 9503.00.40
  • 9503.00.60 – Outros conjuntos e brinquedos, para construção
  • 9503.00.70 – Quebra-cabeças (puzzles)
  • 9503.00.80 – Outros brinquedos, apresentados em sortidos ou em panóplias
  • 9503.00.91 – Instrumentos e aparelhos musicais, de brinquedo
  • 9503.00.97 – Outros brinquedos, com motor elétrico
  • 9503.00.98 – Outros brinquedos, com motor não elétrico
  • 9503.00.99 – Outros

Em resumo, para importar brinquedos são devidos os seguintes impostos com suas respectivas alíquotas:

  • II: 20%
  • IPI: 6,50%
  • PIS: 2,10%
  • COFINS: 9,65%

Além disso, a unidade de medida estatística é UN (Unidade) e recomenda-se verificar a existência de benefícios fiscais no estado do importador que possibilitem ainda mais ganhos ao importar brinquedos.

3 dicas valiosas para importar brinquedos

Toda operação de importação possui pontos a serem ressaltados. O detalhamento da análise e cumprimento das exigências tornará o processo para importar brinquedos mais seguro, evitando principalmente custos extras e atrasos.

Deve-se estar atento desde à negociação de preço da mercadoria e custos logísticos até a classificação etária do brinquedo.

Contudo, abaixo estão 3 pontos que devem ser levados em consideração antes de efetivar sua compra e principalmente o pagamento ao fornecedor.

Pesquise sobre o tratamento administrativo da mercadoria

Ao importar brinquedos é necessário se atentar às exigências relacionadas à qualidade do produto para que ele não ofereça riscos ao consumidor.

Dessa forma, os brinquedos estão sujeitos ao INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) como órgão regulatório, devendo observar todos os requisitos para a segurança do usuário.

De acordo com a Portaria nº 563/2016 publicada pelo INMETRO, o importador deverá apresentar, além de toda documentação envolvida na importação, uma Certificação Compulsória dos Produtos Importados, homologada pelo INMETRO. O certificado abrange requisitos como: testes químicos, físicos, rotulagem, inflamabilidade, alérgicos etc.

Além disso, é necessária a Licença de Importação (LI) que deverá ser autorizada previamente ao embarque pelo Departamento de Operações de Comércio Exterior (DECEX).

Contrate auditoria de fábrica

Com as exigências definidas pelo INMETRO, efetuar uma auditoria de fábrica e inspeção pré-embarque pode mudar totalmente o andamento da sua importação, evitando sérias consequências, incluindo a perda da mercadoria.

É importante destacar que brinquedos não aprovados pelos órgãos reguladores, ou seja, sem o devido licenciamento, podem se tratar de produtos nocivos à saúde e segurança das crianças.

Existem algumas empresas especializadas nesse tipo de procedimento que, através de uma análise minuciosa, prestam auditoria com o objetivo de verificar se todos os itens a serem importados estão de acordo com a legislação brasileira.

A auditoria de fábrica verifica pontos essenciais para importar brinquedos como, por exemplo, informações legais relacionadas a licenças comerciais, estrutura organizacional, cliente atuais e anteriores, capacidade produtiva e volume de vendas.

Também serão efetuados os testes de controle de qualidade, situação de trabalho dos empregados e controles de impacto ambiental.

Todos os pontos citados devem ser avaliados pelo importador, pois a existência de irregularidades, como trabalho escravo, podem afetar diretamente a credibilidade de sua empresa.

Monitore seu embarque

Após todas as análises e procedimentos, o embarque não deixa de ser o menos importante. Pelo contrário, é um ponto crítico que deve ser monitorado e controlado com eficiência e atenção.

Para tanto, a gestão deve ser efetuada de forma ágil e assertiva. Isso é possível principalmente a partir da automatização de seu processo, através de um software que poderá ser integrado diretamente ao Siscomex e Mercante evitando repetitivas consultas aos sistemas oficiais.

A gestão completa do seu processo de comércio exterior é com a e.Mix

Com a globalização e o mundo cada vez mais acelerado, qualquer detalhe se torna um diferencial para manter-se competitivo no mercado.

Qualquer processo de importação exige dinamismo, conhecimento e análise crítica e importar brinquedos, portanto, pode ser algo muito mais simples se o processo for automatizado. Afinal, isso oportuniza aos envolvidos na operação que tenham tempo para tomadas de decisão acertadas.

Alguns custos ocasionados pela perda de prazos, como a demurrage que é a taxa de sobrestadia do contêiner, representam grandes problemas aos importadores devido ao alto custo e baixa margem para negociação.

A e.Mix proporciona aos seus clientes um gerenciamento completo de contêineres, evitando perdas de prazos através de um controle eficiente. Há mais de 25 anos no mercado, contamos com diversas soluções tecnológicas capazes de controlar sua operação de ponta a ponta, garantindo mais segurança e confiabilidade para seu negócio.

Com um sistema de follow-up avançado, todo seu fluxo operacional estará monitorado tornando o trabalho de sua equipe mais simples e produtivo.

Contamos com especialistas que estão à disposição para entender as necessidades de sua empresa e fornecer, de modo eficiente, soluções para cada etapa de sua operação.

Veja também
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?
Sua empresa está realmente adaptada ao novo Catálogo de Produtos?

Se a sua empresa ainda não está adaptada a mudança do novo Catálogo de Produtos, você corre o risco de enfrentar complicações regulatórias, atrasos e custos adicionais.

A nova exigência do Catálogo de Produtos visa a eficiência e a conformidade das operações de importação. Ao integrar este módulo ao Portal Único Siscomex, o governo busca simplificar os processos comerciais e aumentar a transparência das operações. Isso impacta diretamente na maneira como as empresas interagem com os órgãos de controle e gestão aduaneira.

Se sua empresa não se adaptar rapidamente, poderá enfrentar desafios significativos, como multas, atrasos na liberação de mercadorias e um aumento nos custos operacionais devido à necessidade de retrabalho. Agora é o momento de agir e garantir que sua empresa esteja pronta para essa transformação, evitando complicações futuras e se posicionando como líder no mercado de comércio exterior.

Leia mais
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras
Gestão de relacionamento com fornecedores: estratégias para construir parcerias duradouras

O sucesso de uma empresa depende da qualidade e da eficiência de suas relações com fornecedores. A gestão de relacionamento com fornecedores não é apenas sobre negociar contratos; é também sobre construir parcerias estratégicas que impulsionam o crescimento mútuo e a sustentabilidade a longo prazo. Para qualquer empresa, desenvolver um sistema robusto para gerenciar essas relações é crucial para manter a competitividade e garantir a qualidade dos produtos importados.

Neste artigo, exploraremos estratégias fundamentais para fortalecer o relacionamento com fornecedores. Vamos discutir como a adoção de uma abordagem proativa pode transformar a gestão de fornecedores em um diferencial competitivo para sua empresa no mercado global.

Leia mais
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras
Como preparar sua empresa para auditorias aduaneiras

Auditorias aduaneiras são uma realidade inevitável para empresas envolvidas em atividades de importação e exportação. Estas inspeções são essenciais para garantir a conformidade com as leis e regulamentos locais e internacionais. Ser pego despreparado durante uma auditoria aduaneira pode resultar em penalidades significativas, atrasos nas operações e danos à reputação da empresa. Portanto, estar bem preparado não é apenas uma medida de precaução; é uma estratégia crucial para manter a eficiência e a integridade dos negócios.

Este artigo detalha como as empresas podem se antecipar, se preparando para enfrentar auditorias aduaneiras com confiança. Desde compreender o que esperar em uma auditoria até implementar sistemas robustos de documentação e treinamento de equipe, exploraremos as melhores práticas que ajudam a garantir que sua empresa esteja sempre pronta para demonstrar sua conformidade. Ao adotar uma abordagem proativa ao manter dados e documentos organizados, as empresas podem transformar auditorias aduaneiras de potenciais ameaças em oportunidades para reafirmar seu compromisso com a excelência operacional.

Leia mais